Corinthians volta a vencer no Brasileiro ao bater o Red Bull Bragantino na Neo Qumica Arena

O Corinthians conheceu mais uma vitória no Brasileirão na noite desta segunda-feira. A equipe alvinegra recebeu o Red Bull Bragantino, na Neo Química Arena, e bateu o time do interior por 1 a 0, com gol de Mosquito.

A equipe alvinegra foi dominante no primeiro tempo e criou boas oportunidades. O placar foi aberto nesta etapa, por Mosquito, após bola desviada na área. No segundo tempo, o Timão encontrou mais dificuldade, principalmente na segunda metade, mas conseguiu assegurar a vitória.

Agenda alvinegra: o Corinthians terá a semana livre para treinos e só volta a entrar em campo no final de semana. O próximo compromisso alvinegro é às 16h de domingo, quando o Timão enfrenta o Internacional pelo Brasileirão.

Escalação

O Corinthians de Vítor Pereira foi a campo com Cássio; Fagner, Gil, Balbuena e Lucas Piton; Fausto, Du Queiroz e Renato Augusto; Gustavo Silva, Róger Guedes e Yuri Alberto.

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

Os primeiros minutos foram de troca de passes das duas equipes, em busca de espaços no ataque. Ambos os times tiveram oportunidades de finalização, mas nenhuma delas levou perigo ao gol.

Com pouco mais de dez minutos, Carlos Eduardo recebeu o passe em velocidade e Cássio precisou deixar o gol para desarmar o adversário. Depois de vencer o lance, o arqueiro viu o bandeirinha assinalar impedimento.

O jogo se mostrava muito pegando, com os dois times se dedicando muito à marcação. O Corinthians levou perigo quando Fagner conseguiu bom passe para Du Queiroz, na direita, e o camisa 37 fez o cruzamento na pequena área, mas Yuri Alberto deixou a bola passar e ninguém finalizou.

O Red Bull Bragantino respondeu rápido e conseguiu a melhor chance do jogo até então. Hyoran construiu pelo meio e conseguiu abrir o jogo na direita com Artur, que venceu Piton e bateu por cobertura para tentar encobrir Cássio. A bola passou por cima do goleiro e Gil acompanhou a jogada em cima da linha do go fazendo a proteção e vendo a bola sair pela linha de fundo.

Depois disso, o jogo melhorou. O Corinthians teve duas oportunidades, primeiro com Róger Guedes de cabeça, e depois em bom cruzamento de Mosquito após a jogada de Du Queiroz, mas a primeira delas ficou com o goleiro e a segunda foi cortada em escanteio.

Com pouco mais de 30 minutos, a pressão corinthiana surtiu efeito e o placar foi inaugurado na Neo Química Arena. Róger Guedes recebeu o passe, invadiu a área e tentou a finalização cruzada, mas a bola desviou na marcação e sobrou em ótima condição para Mosquito só empurrar parao fundo da rede.

Pouco depois, o Red Bull Bragantino chegou novamente com perigo. Carlos Eduardo recebeu mais uma vez pelo meio e finalizou na saída de Cássio, que fez a defesa na finalização rasteira. A bola saiu pela linha de fundo, mas a jogada foi anulada por impedimento.

O duelo entre o goleiro corinthiano e Carlos Eduardo ia se intensificando e Cássio voltou a trabalhar com cerca de 40 minutos. O adversário recebeu o passe e tentou a finalização de longe, que obrigou o camisa 12 alvinegro a fazer outra boa defesa.

O Corinthians ainda teve mais uma boa oportunidade antes da primeira etapa chegar ao fim. Du Queiroz recebeu o passe na direita, avançou, driblou a marcação e bateu, mas a rede foi balançada pelo lado de fora. Assim, as equipes foram ao intervalo com o 1 a 0 para o Timão no marcador.

Segundo tempo

O Corinthians voltou para o segundo tempo com uma substituição. Depois de uma dividida no primeiro tempo, o lateral Lucas Piton ficou sentindo dores e teve que deixar o jogo. Fábio Santos foi o escolhido para entrar em seu lugar.

A primeira finalização alvinegra foi com pouco mais de um minuto, quando Guedes tentou o chute cruzado da esquerda, mas o camisa 10 pegou mal na bola e mandou por cima do gol.

Perto dos dez minutos, a defesa do Red Bull Bragantino deu bobeira e Mosquito ficou com a bola pela direita. Ele disparou em velocidade e na linha de fundo fez o cruzamento, mas a bola explodiu na marcação e saiu em escanteio.

Pouco depois, a equipe alvinegra voltou a levar perigo ao gol adversário. A boa jogada construída pelo Corinthians teve a bola passando pelos pés de Róger Guedes até chegar em Du Queiroz, na direita. O camisa 37 finalizou de longe, a bola explodiu o travessão e saiu de campo.

Logo no lance seguinte, foi a vez de Yuri Alberto perder boa oportunidade. A bola afastada pela defesa corinthiana desviou no meio de campo e encontrou o camisa 7 no ataque. Ele saiu em velocidade com a bola e finalizou na entrada da área, mas Cleiton fez a defesa.

Com pouco mais de 15 minutos, Cássio teve que trabalhar bem depois de Hyoran conseguir o cabeceio em cobrança de escanteio. O arqueiro corinthiano caiu para fazer a defesa baixa e ficou com a bola.

Minutos mais tarde, Fábio Santos e Róger Guedes trocaram passes no ataque e a boal foi ajeitada na entrada da área para Fausto, que chutou de primeira, mas para fora. Logo após o lance, o técnico Vítor Pereira mexeu duas vezes na equipe: Ramiro e Mateus Vital entraram em campo nos lugares de Renato Augusto e Róger Guedes, respectivamente.

Pouco depois de entrar em campo, Ramiro já levou perigo ao gol adversário. A jogada entre Fausto Vera e Fábio Santos, na esquerda, acabou no volante na entrada da área, mas Cleiton fez a defesa.

Com 35 minutos, a equipe alvinegra teve mais uma mudança: Mosquito, autor do gol corinthiano, deixou o jogo para a entrada de Cantillo. Nos minutos finais, os visitantes tentaram bastante pressão em cima do Timão.

Passados os 40 minutos, a cobrança de escanteio ficou viva na área corinthiana e Artur ficou com ela. O camisa 7 limpou a marcação e bateu alto, mas mandou a bola para fora por cima do gol. Após o lance, o Timão mexeu mais uma vez e Bruno Méndez entrou em campo no lugar de Du Queiroz.

Cássio teve que voltar a trabalhar em cabeceio de Luan. O adversário recebeu o passe em elevação, venceu a marcação e cabeceou fraco, mas um pouco longe do arqueiro, o obrigando a cair e fazer a defesa. Os visitantes seguiam pressionando e Luan voltou a conseguir o cabeceio na pequena área, mas agora com força e no alto, obrigando o camisa 12 alvinegro a pular alto e fazer a defesa. Assim, o jogo chegou ao fim com vitória simples do Corinthians.

Veja mais em:
Corinthians x Red Bull Bragantino, Campeonato Brasileiro, Neo Qumica Arena e Torcida do Corinthians.

#Corinthians #volta #vencer #bater #Red #Bull #Bragantino #Neo #Arena

Leave a Comment

Your email address will not be published.