Vargas revela depresso aps expulso e quer dar volta por cima no Atltico

foto: Pedro Souza/Atltico

Em fase conturbada, Vargas procurou ajuda profissional para dar a volta por cima no Atltico

 

O atacante Eduardo Vargas diz se arrepender profundamente da expulso diante do Palmeiras, na Copa Libertadores. O jogador garante que o episdio ocasionou quadro de depresso e procurou ajuda de profissionais para lidar com a situao. Em baixa, o chileno quer dar a volta por cima no Atltico.

 

 

 

Em forte relato ao ge.globo, Vargas relembrou o episdio da expulso e deu sua verso sobre o ocorrido. Na ocasio, o atacante saiu do banco de reservas j na reta final do duelo de volta das quartas de final da Libertadores contra o Palmeiras, no Allianz Parque. Um dos principais cobradores de pnaltis do Galo, o chileno foi expulso e no pde auxiliar o clube mineiro na disputa que acabou em eliminao.

 

“Eu sou um dos principais que podem bater um pnalti. Eu entrei com essa vontade… Acho que entrei no minuto 76. Entrei com muita vontade de querer ganhar esse jogo para no ter de disputar os pnaltis. Mas sentia que nos pnaltis eu era o principal que ia bater. Na primeira falta, para mim, no era carto amarelo, porque eu me afastei do jogador. Na segunda, eu levei uma falta e ele (rbitro) no marcou. Ento, eu perdi a cabea, fui atrs do jogador (do Palmeiras). Acho que o Allan cometeu a falta”, relembrou.

 

“Perdi a cabea total. A fui me manifestar com o juiz. Nunca passou pela minha cabea que ele ia me expulsar. Depois, cheguei no vestirio com a cabea quente e totalmente arrependido de ter sido expulso”, completou.

 

Ps-expulso no Atltico

 

Punido administrativamente pelo Atltico, com multa salarial e fora das listas de relacionados para os dois ltimos jogos (Coritiba e Gois), Vargas revelou ter sofrido com a depresso aps o episdio. O jogador contou que se sentia como um “patinho feio” na Cidade do Galo, em Vespasiano, durante os treinamentos.

 

“Depois da expulso, eu ca tipo na depresso. Me sentia com vontade de nada. No queria sair na rua, no queria ir ao supermercado. Inclusive meus filhos vieram no fim de semana. A gente ficou aqui com meus amigos, filhos deles. Samos aqui no parquinho, sendo que eu podia ter levado no shopping, sabe? Qualquer lugar para eles desfrutarem. Mas no tinha vontade, porque eu sabia que talvez o atleticano, o torcedor, ia me olhar com uma forma diferente”, relembrou.

 

 

“Eu chegava no CT e me sentia meio, sabe, patinho feio? No queria fazer nada, no tinha muita, me sentia sem vontade, sabe? Nervoso… mas, a eles me falaram que eu ia ser punido. Depois, o Rodrigo me chamou pra falar que eu no ia pro jogo”, acrescentou.

 

Em seguida, Vargas tambm pediu desculpas aos torcedores do Atltico pela atitude que prejudicou o clube na Libertadores. “No tive a oportunidade de me desculpar com a torcida. Quero dizer que estou muito arrependido por causa da eliminao da Libertadores. Pedir desculpa a todo torcedor que sempre est apoiando no estdio. Fiquei chateado”, garantiu ao ge.globo.

 

Acompanhamento no Atltico

 

Diante do acontecimento, Vargas procurou ajuda profissional. O atacante, agora, auxiliado por Lincoln Nunes (preparador mental especialista em performance esportiva) e Fabiano de Abreu Argelas (neurocientista PhD em neurocincias e mestre em psicologia).

 

“O acompanhamento est me ajudando muito. Est mudando meu pensamento, minha maneira de pensar. A gente acorda s 6 da manh para ele dar um treino, uma ativao para ir mais forte, mais confiante no treino”, revelou Vargas.

 

“Por isso, trabalho para ele me ajudar. Estou focado em reverter toda essa situao. Tentar, nesses ltimos trs meses, voltar a ser convocado (relacionado pelo Cuca), e mostrar toda a vontade que eu tenho de mudar a situao. E a, eles (Atltico) vo dizer se estou bem. Se eles me quiserem, vou ficar”, completou.

 

 

Acomodao ps-2021 vitorioso

 

Com sinceridade, Vargas tambm revelou que “relaxou” aps o 2021 multicampeo do Atltico. No ano passado, o atacante foi fundamental na reta final da temporada, que terminou com os ttulos do Campeonato Mineiro, do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil.

 

“Eu acho que relaxei. Como posso explicar… Me sentia vontade, sabe? Se eu ia mal em um jogo, no sentia o que eu sentia ano passado quando ia mal tambm. Ano passado, se eu fazia um jogo mal, no fazia gol, eu dava tudo na semana, eu me cuidava, me alimentava bem. Agora, tambm, comecei a me alimentar bem para estar no estado fsico ideal que eu tinha ano passado”, admitiu.

 

 

“Feliz. Com um novo Vargas acabando a temporada. Tentar ajudar o time a entrar nos quatro melhores do Brasileiro, para ter a vaga na Libertadores. E deixar outra perspectiva na mente do torcedor e na mente do pessoal do clube”, projetou.


#Vargas #revela #quer #dar #volta #por #cima

Leave a Comment

Your email address will not be published.