Novo Honda HR-V EXL: como anda e o que traz a versão que deve vender mais

Novo Honda HR-V EXL: como anda e o que traz a versão que deve vender mais

Após sair de linha no fim de janeiro, o Honda HR-V está de volta em nova geração, com pré-venda iniciada neste mês e entregas a partir do final de agosto.

Bastante renovado, do visual até a parte mecânica, o SUV compacto chega inicialmente nas versões EX (R$ 142.500) e EXL (R$ 149.900), equipadas com o mesmo motor 1.5 flex de 126 cv do City -as configurações turbo flex de 177cv, mais caras, estreiam só em outubro.

O UOL Carros agora está no TikTok! Acompanhe vídeos divertidos, lançamentos e curiosidades sobre o universo automotivo.

Sem perder tempo, o UOL Carros já testou a configuração intermediária EXL, que deverá ser a mais vendida por oferecer a melhor combinação entre preço e equipamentos.

Adianto que a novidade tem tudo para agitar a categoria faz valer a pena a espera dos fãs do utilitário esportivo da Honda, que melhorou em quase todos os aspectos.

Confira a seguir.

Novo Honda HR-V EXL 2023: veja em detalhes

Pontos Positivos

  • Lista extensa de itens de série
  • Design
  • Segurança
  • Espaço para os passageiros

Pontos Negativos

  • Fica devendo mais desempenho

Veredito

O novo Honda HR-V chega muito completo, com destaque para o pacote de segurança e a extensa lista de itens de série desde a versão mais básica. Tem design que não passa despercebido e impressiona pelo espaço para os ocupantes do banco traseiro. Além disso, tem rodar extremanente confortável e baixo consumo de combustível. Por R$ 150 mil, a versão intermediária EXL tem tudo para alavancar as vendas e ajudar a colocar o HR-V entre os SUVs compactos mais vendidos do Brasil. Só fica devendo um pouco mais de desempenho.

ESPAÇO INTERNO E EQUIPAMENTOS

Painel Aberta Honda HR-V EXL 2023 - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Medindo 4,33 metros de comprimento e 2,61 m de distância entre-eixos, o novo HR-V tem praticamente as mesmas dimensões da geração anterior.

As poucas mudanças estão na largura, ampliada em 2 cm, totalizando 1,79 m; e no tamanho do porta-malas, reduzido de 437 para 354 litros.

A considerável redução no compartimento de bagagens é compensada pela ampliação no espaço para as pernas no banco traseiro, que foi recuado alguns centímetros.

Considero a decisão da Honda acertada: ficou muito melhor viajar atrás no HR-V, ainda mais com o novo ajuste das suspensões, que prioriza o conforto.

Também contribuem para isso as saídas do ar-condicionado na segunda fileira de assentos.

É verdade que o HR-V não está barato, custando mais de R$ 140 mil na oção de entrada. Contudo, todas as configurações são muito bem equipadas.

Todas as versões do utilitário esportivo vêm de fábrica com o pacote de assistência à condução Sensing, sobre o qual falaremos adiante e que agrega bastante no que se refere à segurança.

Além disso, desde o modelo mais simples, traz de série faróis full-LED com acendimento automático; lanternas de LED; rodas de liga leve de 17 polegadas; ar-condicionado automático e digital com saídas para o banco traseiro; central multimídia de oito polegadas com Android Auto e Apple Car Play sem fio; som quatro alto-falantes; volante multifuncional; e partida do motor por botão.

A versão EXL avaliada acrescenta bancos, volante e alavanca do câmbio revestidos de couro; abertura das portas sem chave; faróis de neblina de LED; retrovisor com função antiofuscante automática; dois tweeters; apoio de braço no assento de trás; e aletas no volante para troca manual das sete marchas virtuais do câmbio CVT.

Além de espaçosa, a cabine se destaca pelo bom acabamento, com materiais agradáveis ao toque e revestimento macio na parte superior das portas dianteiras.

Também agradam os bancos frontais, que proporcionam excelente suporte para as costas, e a inovadora função difusora das saídas dianteiras do sistema de climatização: girando um botão, você pode direcionar o fluxo de ar para as laterais e para a parte superior do painel, sem que ele atinja diretamente os ocupantes.

Todo HR-V traz, ainda, o sistema Magic Seat de rebatimento e ajuste dos bancos, que permite transportar objetos de diferentes tamanhos e formatos, um diferencial dos automóveis da Honda.

DESEMPENHO E CONSUMO

Honda HR-V EXL 2023 Dinâmica - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Quando a Honda divulgou as primeiras informações do novo HR-V no começo de julho, muitos criticaram a perda de potência e torque das versões aspiradas, que trocaram o antigo motor 1.8 flex de até 140 cv e 17,7 kgfm pelo novo 1.5 bicombustível com injeção direta, capaz de render 126 cv e 15,8 kgfm.

A adoção do mesmo motor do City, de fato, não faz do HR-V uma referência quanto ao desempenho. Contudo, o propulsor, gerenciado pela transmissão CVT com sete marchas simuladas, dá conta de empurrar sem sustos os 1.309 kg da versão EXL e atende as necessidades e as expectativas da maioria dos consumidores.

Basta acelerar de forma progressiva que o carro embala com suavidade. Se você pisar fundo, aí não tem jeito: os giros do motor sobem rapidamente, como é típico de câmbios CVT, e o carro demora um pouco para “reagir”.

Na verdade, o foco dessa motorização é a economia de combustível e o novo HR-V brilha nesse quesito: em rodovia a e com o pé leve, obtive em alguns trechos média superior a 17 km/l. O Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia informa 8,8 km/l (cidade) e 9,8 km/l (estrada) com etanol; com gasolina, as médias sobem para surpreendentes 12,7 km/l e 13,9 km/l, respectivamente.

Quem curte o HR-V e faz questão de mais fôlego ao acelerar, em breve terá as configurações turbinadas à disposição.

As mudanças no SUV incluem maior rigidez estrutural e uma direção mais precisa, informa a Honda, acompanhadas de uma impressionante melhoria no conforto de rodagem com as rodas aro 17 e os pneus 215/60R17 comuns a todas as versões.

As suspensões traseiras ganharam maior curso e o HR-V ficou macio, sem virar “molenga”. Nem parece um veículo da Honda, que em um passado não muito distante priorizava um ajuste mais rígido e esportivo para a rodagem.

DESIGN

Honda HR-V EXL 2023 traseira estática - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

O novo design do HR-V me agrada, ao dar uma aparência muito mais dinâmica e fluida, sem recorrer a vincos exagerados nas laterais.

A dianteira com faróis afilados e posicionados junto ao capô, além da grade sem a enorme grade cromada da geração anterior, deixou o carro com visual elegante e ao mesmo tempo moderno.

Contudo, a parte da carroceria mais bonita é a traseira bem resolvida, trazendo vidro bem inclinado para dar aquele estilo de cupê que está em alta nos utilitários esportivos.

Além disso, as lanternas de LED estreitas, unidas por uma barra iluminada que atravessa a tampa do porta-malas, ajudam a compor o estilo mais urbano e próximo de carros de passeio.

Lembra a traseira do Porsche Cayenne, e digo isso como um elogio.

Por dentro, a nova linguagem visual da Honda também está presente, com abundância de linhas retas – como as saídas do ar-condicionado, posicionadas em uma faixa que atravessa o painel.

O mostrador de instrumentos na versão EXL mantém conta-giros e velocímetro analógicos, com uma tela colorida de alta resolução de 4,2 polegadas ao centro que traz as informações do computador de bordo e dos assistentes de condução semiautônoma.

SEGURANÇA

Detalhe Painel Honda HR-V EXL 2023 Honda Sensing - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Todas as versões do novo HR-V trazem de série seis airbags e a já conhecida câmera embutida no retrovisor que exibe a lateral direita do carro sempre que você aciona a seta ou aperta um botão na extremidade da respectiva alavanca.

A tecnologia é bastante útil para prevenir pontos cegos durante a condução, embora interrompa o conteúdo exibido na central multimídia, como a navegação no Waze, enquanto a seta está ativada.
Vale destacar que a imagem da câmera pode ser desativada por meio do mesmo botão mencionado acima.

Além disso, desde a configuração mais simples o SUV da Honda conta com câmera de ré, sensores de estacionamento traseiros e seu grande diferencial no que se refere à segurança: o pacote de assistência à condução Honda Sensing – que, até o recente lançamento do novo City, era exclusivo de carros importados da marca japonesa.

O pacote é composto por alerta de colisão com frenagem automática de emergência; controle de velocidade de cruzeiro adaptativo, que ajusta sozinho a velocidade selecionada e a distância segura do veículo à frente, além de funcionar em baixas velocidades; assistente de permanência na faixa, que movimenta o volante para mantê-lo entre as demarcações na pista; mitigação de evasão de pista, que traz o carro de volta para a faixa; e farol alto acionado automaticamente.

Além de todos esses recursos avançados, o HR-V também é equipado com controles de tração e estabilidade, assistente de partida em aclive e assistente de controle de descida, que freia o carro sozinho em declives ao apertar de um botão – item raro entre SUVs compactos com tração dianteira.

MERCADO

honda HR-V EXL 2023 lateral - Divulgação - Divulgação
Imagem: Divulgação

Muito bem equipada, independentemente da versão escolhida, a nova geração do HR-V chega com preço, visual e tecnologia para fazer bonito no mercado de utilitários esportivos compactos.

Especialmente na faixa de preço entre R$ 140 mil e R$ 150 mil, o lançamento da Honda chega bastante competitivo para fazer frente a campeões de vendas como Volkswagen T-Cross Comfortline, Hyundai Creta Platinum e Jeep Renegade Lomgitude.

Mais espaçoso e trazendo itens indisponíveis nesses rivais, também traz visual moderno, cabine caprichada e excelente consumo de combustível.

Um dos seus pontos fracos é justamente o desempenho, principalmente ao ser comparado com o Renegade e o vigor do seu motor 1.3 flex de 185 cv e 27,5 kgfm. É importante dizer que o Honda não faz feio nesse quesito, só não empolga.

Se o HR-V já era um SUV desejado e bom de venda, o novo tem potencial para fazer ainda mais sucesso no Brasil.

E você, o que acha da novidade? Deixe a sua opinião na seção de comentários.

Quer ler mais sobre o mundo automotivo e conversar com a gente a respeito? Participe do nosso grupo no Facebook! Um lugar para discussão, informação e troca de experiências entre os amantes de carros. Você também pode acompanhar a nossa cobertura no Instagram de UOL Carros.


#Novo #Honda #HRV #EXL #como #anda #traz #versão #deve #vender #mais

Leave a Comment

Your email address will not be published.