Corinthians vence o Real Braslia em Itaquera e confirma vaga na semifinal do Brasileiro Feminino

O Corinthians está na semifinal do Brasileirão Feminino 2022. A equipe do Parque São Jorge recebeu o Real Brasília na manhã deste domingo na Neo Química Arena e venceu o adversário por 1 a 0, com gol de Tamires.

O Corinthians iniciou a partida com uma vantagem de 2 a 0 no placar após ter vencido o jogo de ida. Apesar de ter saído atrás, o Real Brasília não ficou na retranca e buscou, durante toda a primeira etapa, ameaçar o Timão, sendo melhor em boa parte dos primeiros 45 minutos.

No segundo tempo, o Timão melhorou e conseguiu criar mais jogadas para chegar ao ataque adversário. O gol saiu aos 14 minutos, quando Tamires aproveitou a goleira adiantada e soltou um belo chute e complicou a goleira. Ao longo da segunda etapa, o Corinthians ainda teve um quase gol olímpico e outro anulado. Assim, o placar agregado foi de 3 a 0.

Agora, o Corinthians, atual campeão do Brasileirão Feminino, enfrentará o Palmeiras nas semifinais da competição. O Dérbi foi, inclusive, a final da disputa na temporada passada. As rivais fizeram a melhor campanha da primeira fase e eliminaram o Grêmio nas quartas.

As datas bases para as semifinais são 28 de agosto e 11 de setembro. O Corinthians joga o primeiro em casa e as adversárias decidem em seus domínios.

Anota aí, Fiel! – O próximo jogo do Corinthians é nesta quarta-feira, pelo Paulistão Feminino. A equipe encara a Ferroviária, pela terceira rodada do estadual, às 19h30, na Fazendinha.

Escalação

Sem poder contar com jogadoras como Giovanna Campilo, Gabi Portilho, Gabi Zanotti e Vic Albuquerque, o Corinthians precisou fazer algumas alterações no time. Yasmim, por exemplo, apareceu improvisada na zaga. Já Diany, que fez a função de zagueira no meio de semana, voltou a ser peça no meio de campo.

Assim, o técnico Arthur Elias entrou em campo com: Lelê; Paulinha, Andressa, Yasmim e Juliete; Grazi, Diany e Tamires; Adriana, Jaqueline e Jheniffer.

Meu Timão

O jogo

Primeiro tempo

Nos primeiros minutos de partida, o Real Brasília esboçou ameaçar o Timão. Com dois minutos de jogo, Jheniffer precisou cometer falta para impedir o avanço de Gaby ao ataque corinthiano.

Um minuto depois, após uma boa troca de passes do adversário, o Timão viu o Real Brasília sair em vantagem em direção à área. A equipe, porém, contou com Yasmim, hoje na zaga, para efetuar o corte limpo, sem faltas.

Aos cinco minutos, Diany roubou a bola no meio de campo e acionou Jaqueline mais a frente do campo. A camisa 30 costurou a defesa e sofreu falta. Na bola, Tamires colocou na área e Adriana ajeitou, mas a bola acabou ficando com a goleira Dida.

O Corinthians teve uma boa chegada aos 11 minutos. Grazi lançou Adriana em profundidade e a atacante levou para a linha de fundo e cruzou. Jheniffer correu e tentou chegar de carrinho para empurrar, mas a bola foi para escanteio. Na batida, Tamires colocou na primeira trave e Andressa tentou cabecear, mas não conseguiu finalizar.

Em uma nova boa movimentação, Jaque disputou uma bola no ataque, dominou e bateu bonito para o gol. A goleira Dida, porém, conseguiu fazer a defesa e impedir o placar de ser inaugurado em Itaquera.

Aos 16 minutos do primeiro tempo, Paulinha e Lelê trocaram passes na defesa e, na saída de bola, a goleira viu o Real Brasília recuperar no meio de campo. Gaby arriscou de longe, para tentar aproveitar que Lelê estava adiantada, mas a bola acabou indo para fora.

Nos minutos seguintes, o Timão cometeu mais dois erros de saída de bola. A equipe do Parque São Jorge bobeou e as adversárias conseguiram ameaçar a defesa alvinegra. Mas as Brabas tentaram responder aos 19. Tamires avançou bem pela esquerda e cruzou, mas a bola passou demais e sobrou na direita com Adriana. A camisa 16 acionou Diany, mais atrás, que cruzou e viu Grazi cabecear para gol, mas parar na goleira adversária.

Aos 30 minutos, o Real Brasília pediu pênalti após uma disputa de bola entre Maria e Juliete, lateral do Corinthians. A arbitragem, porém, estava próxima ao lance e não marcou falta a favor da equipe visitante.

A equipe corinthiana, em razão de erros de saída de bola e erros de passe, não conseguiu estruturar muitas jogadas na reta final do primeiro tempo. O Real Brasília pressionava bem a saída do Timão e conseguia dificultar a vida do time de Arthur Elias.

Aos 34, Lelê fez uma grande defesa do chute de Camila Pini após uma cobrança de escanteio e a bola sobrou para Jaque, iniciou um contra-ataque para o Timão ao rolar para Adriana. A atacante saiu em grande velocidade no erro da defesa do Real Brasília, chegou frente a frente com a goleira, mas tentou driblar ao invés de cruzar para Jheniffer, e não conseguiu finalizar.

Cinco minutos depois, Camila Pini e Lelê voltaram a se enfrentar de novo. A jogadora do Real Brasília aproveitou uma vacilada da defesa do Timão, avançou e chutou forte, mas Lelê fez uma grande defesa novamente.

Perto do final do primeiro tempo, o técnico Arthur Elias colocou todas as jogadoras do banco de reservas para aquecer. A arbitragem deu mais dois minutos de acréscimos. Aos 45, Adriana foi derrubada e a bola sobrou para Jheniffer. A arbitragem deu vantagem para o Timão e Jheniffer arriscou no cantinho, mas a bola passou rente à trave. Assim, a primeira parte do jogo terminou sem gols marcados.

Segundo tempo

Buscando ter um segundo tempo mais tranquilo para confirmar a vaga na semifinal do Brasileirão Feminino, o Corinthians voltou com uma alteração para o segundo tempo. Gabi Morais entrou no lugar de Paulinha.

Com a alteração, Diany foi deslocada para a lateral-direita, onde estava Paulinha. Já Gabi Morais assumiu o meio de campo ao lado de Grazi.

Com dois minutos de jogo, o Corinthians teve a oportunidade de alçar uma bola na área. Na cobrança, Tamires jogou na área, mas a goleira Dida conseguiu sair bem para dar um soco nela. Na sobra, houve uma disputa de bola próximo da área que resultou numa falta a favor do Timão.

Na bola, Diany, que sofreu a falta, e Yasmim ficaram próximas da bola. Diany bateu direto para o gol, mas forte demais. Assim, a bola acabou passando por cima do gol de Dida, sem grandes perigos para a goleira adversária.

Aos cinco minutos, Juliete avançou bem pela esquerda e cruzou na área. A goleira Dida teve dificuldades para encaixar a bola e Jheniffer chegou bagunçando a área adversária, mas o Real Brasília conseguiu recuperar a bola e evitar maiores perigos.

Nos primeiros dez minutos do segundo tempo, o Corinthians esteve ligeiramente melhor do que o Real Brasília. Apesar disso, as corinthianas não conseguiram levar perigo ao gol adversário. O cenário, porém, mudou aos 13 minutos.

Tamires veio pelo lado esquerdo, parou a bola e percebeu a goleira Dida adiantada no gol. A camisa 37 do Timão bateu de longe, de forma inteligente, e viu a arqueira tentar encaixar a bola no alto, mas ela escapou e entrou no gol, abrindo o placar para o Corinthians: 1 a 0 na Neo Química Arena. Este foi o primeiro gol de Tamires no Brasileirão.

Aos 20, Arthur Elias fez mais duas alterações no Corinthians. Desta vez, Diany e Tamires, autora do gol, deixaram o gramado para as entradas de Miriã e Bianca Gomes.

Aos 33 minutos, Juliete e Maria Dias brigaram por uma bola pelo lado direito. Na sobra, Jaqueline chegou para avançar, mas foi derrubada por Dani. A jogadora do Real Brasília recebeu o terceiro cartão amarelo da equipe visitante no jogo.

Dois minutos mais tarde, o Corinthians fez uma boa jogada, mas acabou desperdiçando a chance. Jaqueline recebeu de Grazi pelo lado esquerdo e tentou achar Bianca Gomes na direita, mas a bola foi muito longa e a camisa 77 não conseguiu chegar para cabecear.

O Corinthians avançou pela direita com Adriana, que saiu costurando a defesa adversária, mas a zaga conseguiu fazer o corte mandando para escanteio. Na batida, Bianca Gomes ensaiou um gol olímpico e deixou a Fiel animada nas arquibancadas.

No lance seguinte, o Corinthians balançou as redes, mas o gol acabou anulado. O lance aconteceu em uma batida de escanteio. Gabi Moraes recebeu na área e bateu, mas deu defesa. Na sobra, Miriã acionou Jaqueline na pequena área. A camisa 30 cabeceou para o fundo da rede, mas estava um pouco adiantada segundo a arbitragem.

Na reta final da partida, foi a vez da Grazi tentar um golaço. A bola pingou na frente da camisa 7, no meio do campo. A veterana do Timão não teve dúvida e soltou um balaço para a área, mas Dida conseguiu fazer a defesa. Na sequência, mais uma alteração no Timão: Adriana saiu para a entrada de Mariza.

A arbitragem deu cinco minutos de acréscimos para a etapa final. Arthur Elias ainda colocou uma jovem da base em campo: Julia Brito entrou no lugar de Grazi, mas não houve tempo para mais nada: Corinthians 1 a 0 Real Brasília e vaga garantida na semifinal do Brasileirão Feminino.

Ficha tcnica de Corinthians 1 x 0 Real Braslia

Competição: Campeonato Brasileiro Feminino
Local: Neo Qumica Arena, So Paulo, SP
Data: 21 de agosto de 2022 (domingo)
Hor&aacuterio: 10h30 (de Brasília)
Árbitro: Andreza Helena de Siqueira
Assistentes: Patricia Carla de Oliveira e Marcela de Almeida Silva
Gol: Tamires (Corinthians)
Cartões amarelos: Rafa Soares, Isabela e Dani (Real Braslia)
Público: 15.507 pagantes (público total: 9.854)
Renda: R$ 306.018,50

CORINTHIANS: Lel; Paulinha (Gabi Morais), Andressa, Yasmim, Juliete, Grazi (Julia Brito), Diany (Miri), Tamires (Bianca Gomes), Adriana (Mariza), Jaqueline e Jheniffer.
Técnico: Arthur Elias

REAL BRASLIA: Dida; Natasha Rosas (Nen), Rafa Soares, Isabela (Vivian), Petra, Carol Gomes, Camila Pini (Mayara), Gaby Soares, Maria Dias, Dani e Marcela Guedes.
Técnico: Adilson Galdino

Veja mais em:
Corinthians Feminino, Campeonato Brasileiro e Neo Qumica Arena.

#Corinthians #vence #Real #Itaquera #confirma #vaga #semifinal #Feminino

Leave a Comment

Your email address will not be published.