Corinthians marca no final e empata com o Magnus no jogo de ida da final do Paulisto de Futsal

Nesta quarta-feira, o Corinthians empatou com o Magnus por 1 a 1, em duelo realizado na Arena Sorocaba, no interior de São Paulo. O confronto foi válido pelo jogo de ida da final do Campeonato Paulista de Futsal. O gol do Timão foi marcado por Deives.

A partida foi emocionante, dividida em dois tempos com roteiros distintos. A primeira etapa foi de pressão absoluta do Magnus e o Corinthians no campo de defesa, apostando nos contra-ataques, mas sem ser efetivo. Leandro Lino fez o gol do time do interior.

A segunda etapa foi equilibrada. O Timão iniciou com uma postura defensiva, e o Magnus ficou mais perto de marcar o segundo gol. Entretanto, nos minutos finais, o Corinthians impôs e conseguiu empatar o jogo com um gol de Deives, faltando três minutos.

O resultado mantém a final com o resultado em aberto. O Corinthians teve melhor campanha na primeira fase e tem a vantagem de jogar por resultados iguais. Portanto, o Timão pode empatar o jogo de volta para ser campeão do Campeonato Paulista.

Anota aí – o duelo de volta pela final do Paulistão de Futsal será na próxima sexta-feira, dia 26 de agosto, às 20h, no Ginásio Wlamir Marques. Antes disso, o Corinthians entra em quadra neste sábado, às 19h, contra o São José, também no Parque São Jorge, pela Liga Nacional de Futsal (LNF).

Escalação

O treinador Deividy Hadson contou com força máxima para escalar o Timão na final do Campeonato Paulista de Futsal. O técnico promoveu apenas uma mudança em relação aos últimos jogos: a entrada de Alves. O Corinthians entrou em quadra com Lucas Oliveira, Henrique, Tatinho, Alves e Deives.

O jogo

Primeiro tempo

Empurrado pela torcida, o Magnus começou o jogo no ataque, pressionando o Corinthians. Logo no primeiro minuto, Rodrigo fez boa jogada, arriscou de fora da área e a bola passou ao lado da trave direita defendida por Lucas Oliveira. Foi a primeira finalização da partida.

O Timão adotou uma postura defensiva nos primeiros minutos. O Magnus tentava explorar o campo de defesa corinthiano, com muitos passes, mas não conseguia criar jogadas efetivas para marcar. Aos quatro minutos, Rodrigo passou para Leandro Lino, que chutou e Lucas Oliveira fez boa defesa.

A postura defensiva do clube alvinegro fez o Timão abusar das faltas no começo de jogo. O Corinthians sofreu duas advertências antes dos cinco minutos jogados. O clube alvinegro apostava nas jogadas de contra-ataque e sofria para finalizar.

Aos nove minutos, o Magnus voltou a criar boa chance. Danilo Baron fez boa jogada no meio de quadra, fintou a marcação, chutou forte e obrigou Lucas Oliveira a fazer boa defesa para salvar o Corinthians.

Com metade do primeiro tempo jogado, ficou claro que o Magnus tentava sufocar o Timão, e teve muito mais posse de bola durante a partida. O Corinthians apostava nos contra-ataques, mas errava muitos passes na transição ofensiva e não conseguia criar nenhuma chance efetiva.

Aos 12 minutos, Deives foi derrubado na entrada da área e o árbitro marcou falta. Na cobrança, Canabarro arriscou o chute, mas a bola pegou na barreira e foi para fora. O Timão sofria para agredir o Magnus no campo de ataque.

Logo em seguida, o adversário do Timão respondeu. Charuto fez boa jogada no ataque, cruzou na área, Leandro Lina chutou e Lucas Oliveira foi obrigado a fazer uma ótima defesa a queima roupa para manter o placar zerado.

A pressão do Magnus surtiu efeito. Aos 16 minutos, após boa jogada de Charuto, a defesa corinthiana conseguiu desarmar o pivô, mas a bola sobrou para Leandro Lino. O ex-jogador do Timão fuzilou e marcou o primeiro gol do time do interior.

A partida ficou morna, sem grandes chances para ambos os lados. A última jogada foi um ataque do Timão. Alves recebeu na lateral, carregou, chutou e obrigou o goleiro a fazer boa defesa. O primeiro tempo terminou 1 a 0 para o Magnus.

Segundo tempo

A segunda etapa começou com o Magnus no ataque. Logo no primeiro lance, Rodrigo passou para Leandro Lino na área, o jogador chutou e a bola passou raspando a trave esquerda defendida por Lucas Oliveira.

Um minuto depois, o adversário voltou a assustar. Rodrigo tabelou com Leandro Lino, recebeu na entrada da área, finalizou e a bola passou por cima do travessão. O Corinthians não conseguia equilibrar o jogo.

O Timão era muito aplicado defensivamente, disputando todas as jogadas e dificultando bastante a variação do Magnus. Entretanto, o Corinthians sofria para criar oportunidades efetivas de empatar a partida.

Aos cinco minutos, Charuto tabelou com Ernesto, finalizou de fora da área e a bola passou ao lado da trave direita do Corinthians. O Magnus estava muito melhor ofensivamente na partida e mais perto do gol.

Entretanto, no lance seguinte, o Corinthians criou boa chance. Alves foi derrubado por Ernesto na entrada área e o árbitro marcou falta. Na cobrança, Yan chutou, a bola bateu na barreira e, no rebote, Canabarro isolou.

Pouco depois, o Timão voltou a finalizar. Tatinho fez boa jogada individual pela esquerda, driblou dois marcadores, chutou forte e a bola passou perto da trave direita defendida por Djony. No lance seguinte, Alves recebeu bom passe de Deives, arriscou e o goleiro do Magnus fez boa defesa.

O Corinthians cresceu na partida. Com sete minutos jogados, o Timão teve falta para cobrar. Thiaguinho chutou forte e a bola passou raspando a trave esquerda do goleiro Djony. Por pouco o clube alvinegro não empatou o jogo.

Aos oito minutos, o Timão teve sua melhor oportunidade no jogo. Em rápido contra-ataque, Lucas Martins conduziu a bola até o campo de ataque e, marcado por dois adversários, finalizou de bico e o chute passou raspando a trave esquerda.

O atleta voltou a criar boa chance para o Corinthians. Aos nove minutos, Lucas Martins fez boa jogada, foi derrubado perto da área e o árbitro marcou falta. Na cobrança, Yan passou para Canabarro, que finalizou para boa defesa de Djony.

O Magnus respondeu aos dez minutos. Após erro da defesa corinthiana, Ricardo roubou a bola, saiu cara a cara com Lucas Oliveira e foi derrubado por Canabarro fora da área. O juiz deu cartão amarelo pro camisa 87. Na cobrança, Rodrigo chutou para fora.

Restando sete minutos para o fim do jogo, o Corinthians passou a pressionar bastante o adversário em busca do gol do empate. Após cobrança de escanteio, Tatinho finalizou de fora da área e a bola explodiu no travessão.

Na jogada seguinte, Tatinho puxou contra-ataque e passou para Deives na área. O pivô finalizou e obrigou o goleiro Djony a fazer boa defesa. O Corinthians pressionava bastante em busca do gol de empate.

Restando cinco minutos, o Corinthians passou a atuar com goleiro-linha. O Timão foi mais presente no ataque e teve o domínio da posse de bola nos minutos finais, entretanto, sem conseguir criar uma finalização clara.

Após muita pressão, o Timão empatou o jogo. Faltando três minutos para o fim do jogo, o árbitro marcou falta para o clube alvinegro. Na cobrança, Canabarro chutou para a área, Deives aproveitou a sobra e empurrou para as redes.

O Magnus tentou pressionar o Timão nos minutos finais, mas foi ineficiente. A partida terminou empatada por 1 a 1.

Veja mais em:
Futsal do Corinthians e Campeonato Paulista.

#Corinthians #marca #final #empata #Magnus #jogo #ida #final #Futsal

Leave a Comment

Your email address will not be published.