Atltico batido pelo Palmeiras nos pnaltis e cai na Libertadores

foto: Staff Images/Conmebol

Atltico perdeu para o Palmeiras nos pnaltis e deu adeus ao sonho do bi da Libertadores

Em embate emocionante no Allianz Parque, em So Paulo, o Atltico foi derrotado pelo Palmeiras nos pnaltis (6 a 5), aps empate em 0 a 0 no tempo regulamentar, e deu adeus ao sonho do bi na Copa Libertadores. O Verdo ainda teve dois expulsos no tempo regulamentar da partida pelas quartas de final.

No tempo normal, em um jogo de muita tenso e poucas chances de gol, as organizaes defensivas prevaleceram. O Atltico teve a bola na maior parte do tempo e viu Danilo ser expulso ainda no primeiro tempo. Gustavo Scarpa tambm foi na etapa complementar, mas o Galo no conseguiu transformar a vantagem numrica em ocasies de gol.

 

Na disputa de pnaltis, Rubens desperdiou a sexta cobrana do Galo. Na sequncia, o zagueiro Murilo colocou o Verdo nas semis da Libertadores.

 

Weverton, do Palmeiras, defendeu p
foto: Miguel Schincariol/AFP

Weverton, do Palmeiras, defendeu pnalti de Rubens na disputa

O prximo compromisso do Atltico pela Srie A do Campeonato Brasileiro. s 11h do domingo (15), o Galo medir foras com o Coritiba no Couto Pereira, em Curitiba, pela 22ª rodada da Srie A do Campeonato Brasileiro.

 

Palmeiras x Atltico: fotos do jogo no Allianz Parque pela Libertadores

 

O jogo

Assim como no jogo de ida, no Mineiro, o Atltico buscou o protagonismo desde o incio no Allianz Parque. O time de Cuca buscava manter a posse de bola, construindo as jogadas desde a defesa e adotando uma postura muito agressiva ao perder a posse para recuper-la o mais rpido possvel. Nos primeiros 15 minutos, Ademir e Keno obrigaram defesas seguras de Weverton com chutes de fora da rea.

A eficincia das propostas defensivas de ambas as equipes dificultava a criao de grandes oportunidades de gol em So Paulo. Com a bola, o Atltico encontrava problemas para criar espaos na defesa do Palmeiras. Por sua vez, o Verdo no conseguia dar sequncia nos contra-ataques.Aos 28 minutos, o Galo obteve uma grande vantagem no jogo. Com a sola do p esquerdo, Danilo cometeu falta violenta em Zaracho no meio-campo. Inicialmente, o rbitro Wilmar Roldn deu carto amarelo para o palmeirense. Aps reviso do lance no VAR, o colombiano cancelou a medida e aplicou um carto vermelho ao volante.

Ainda com o meio-campo congestionado pelo Palmeiras, o caminho para o Atltico parecia ser mesmo pelos lados. Aos 38 minutos, Mariano encontrou bom cruzamento para Hulk. De direita, o camisa 7 finalizou “mascado”, fazendo com que Weverton espalmasse para afastar o perigo.

De modo geral, mesmo com um jogador a mais durante boa parte da primeira etapa, o time de Cuca teve muitas dificuldades para “ganhar” o meio-campo. A equipe mineira abusou das bolas longas, sem sucesso, e no criou muitas ocasies de gol como em Belo Horizonte. O Verdo, por sua vez, abusou das jogadas areas – que funcionaram no Mineiro -, mas sem xito.

Segundo tempo

Na etapa complementar, o Palmeiras recuou ainda mais as linhas e passou a defender com seus primeiros homens atrs do crculo central. De incio, o Atltico rodava a bola pacientemente na defesa e buscava acelerar, mais uma vez, com lanamentos. Logo nos primeiros minutos, para tentar conferir maior criatividade ao Galo, Cuca promoveu a entrada de Nacho Fernndez na vaga de Ademir.

Com a mudana, Mariano ganhou mais liberdade para avanar no corredor lateral direito, enquanto Zaracho tambm passou a aparecer mais por aquele lado. Aos 10 minutos, uma pequena presso do Verdo em lances de bola parada. Z Rafael, com finalizao de fora da rea aps rebote, foi quem levou mais perigo.

A melhor chance do Atltico veio aos 15 minutos. Com liberdade, Mariano cruzou acionando Jair na segunda trave. De “peixinho”, o volante cabeceou muito perto do gol, rente trave esquerda de Weverton. Pouco depois, Zaracho finalizou de fora da rea e obrigou boa defesa do goleiro do Palmeiras. Allan fez o mesmo, minutos depois do argentino.

Aos 28 minutos, o recm-amarelado Arana deixou o campo para a entrada de Rubens. Sasha tambm entrou na vaga de Zaracho. Na sequncia, Vargas foi acionado para o lugar de Keno. Cuca mexia as peas no Galo, que seguia com domnio da posse de bola, mas criava muito pouco diante da eficiente organizao defensiva palmeirense.

J na reta final, mais uma expulso no Allianz Parque. Gustavo Scarpa foi empurrado por Jair no meio-campo e, na queda, deu duro carrinho em Allan, expondo a sola da chuteira. A arbitragem assinalou falta para o Verdo, mas expulsou o meia palmeirense.

J nos acrscimos, Hulk desperdiou uma chance incrvel. Em lance de contra-ataque, o atacante foi acionado cara a cara com Weverton, mas finalizou para fora, rasteiro, rente trave esquerda do Palmeiras. Pouco depois, um cruzamento perigosssimo do camisa 7, vindo da ponta direita, bateu na trave direita. Alonso tambm tentou de fora da rea. 

Por discusso com o rbitro no ltimo minuto, Vargas, do Atltico, acabou expulso. Sem gols, a deciso foi para os pnaltis.

Disputa de pnaltis

Com categoria, Hulk abriu o placar para o Atltico: 1 a 0. Em seguida, Veiga empatou com chute forte para o Palmeiras: 1 a 1. Nacho Fernndez voltou a colocar o Galo na frente com uma cobrana segura: 2 a 1. Na sequncia, Gustavo Gmez mostrou tranquilidade e voltou a igualar: 2 a 2.

 

Com cobrana no ngulo, Jair voltou a abrir para o Atltico: 3 a 2. Z Rafael empatou para o Palmeiras: 3 a 3. Sasha marcou para o Alvinegro: 4 a 3. Em seguida, Piquerez igualou com chute no ngulo: 4 a 4.

 

Na quinta cobrana, Alonso voltou a colocar o Galo em vantagem: 5 a 4. Na sequncia, Rony empatou para o Verdo: 5 a 5. No comeo das alternadas, Rubens cobrou fraco e possibilitou defesa tranquila de Weverton. Na cobrana decisiva, o zagueiro Murilo converteu e colocou o Palmeiras nas semifinais da Copa Libertadores: 6 a 5.

 

Weverton foi decisivo para classifica
foto: Miguel Schincariol/AFP

Weverton foi decisivo para classificao do Palmeiras diante do Atltico

 

PALMEIRAS (6) 0x0 (5) ATLTICO

 

Palmeiras

 

Weverton; Marcos Rocha (Mayke), Gustavo Gmez, Murilo e Piquerez; Danilo, Z Rafael e Raphael Veiga; Dudu (Luan), Gustavo Scarpa e Rony.

Tcnico: Abel Ferreira

 

Atltico

 

Everson; Mariano, Nathan Silva, Alonso e Arana (Rubens); Allan, Jair e Zaracho (Sasha); Ademir (Nacho Fernndez), Keno (Vargas) e Hulk.

Tcnico: Cuca

 

Motivo: jogo de volta das quartas de final da Copa Libertadores

Data: quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Local: Allianz Parque, em So Paulo

 

rbitro: Wilmar Roldn (COL)

Assistentes: Alexander Guzmn (COL) e Wilmar Navarro (COL)

VAR: Julio Bascuan (CHI)

Cartes amarelos: Zaracho (Atltico, aos 6″ do 2°T), Gustavo Gmez (Palmeiras, aos 12′ do 2°T), Arana (Atltico, aos 27′ do 2°T), Nathan Silva (Atltico, aos 32′ do 2°T), Eduardo Vargas (aos 39′ do 2°T), Dudu (Palmeiras, aos 42′ do 2°T)

Cartes vermelhos: Danilo (Palmeiras, aos 28′ do 1°T), Gustavo Scarpa (Palmeiras, aos 36′ do 2°T), Eduardo Vargas (Atltico, aos 50′ do 2°T)


#batido #pelo #Palmeiras #nos #cai #Libertadores

Leave a Comment

Your email address will not be published.