Petrobras (PETR4) dispara às vésperas de dividendos; Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) puxam altas

Petrobras (PETR4) dispara às vésperas de dividendos; Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) puxam altas

update 18h52

AES Brasil (AESB3) informa aquisição do Complexo Eólico Ventos do Araripe, Caetés e Cassino

A AES Brasil (AESB3) celebrou contrato de Compra e Venda de Ações com a Cubico Brasil, referente à aquisição da totalidade das ações representativas do capital social das sociedades de propósito específico que compõem o Complexo Eólico Ventos do Araripe, Caetés e Cassino. “A conclusão da operação estará sujeita ao cumprimento das condições precedentes acordadas no âmbito do contrato”, informa.

O valor total dos ativos (enterprise value) é de até R$ 2,033 bilhões, sendo R$ 1,105 bilhão de equity; e assunção da dívida líquida de R$ 928 milhões. Assim, a AES Brasil passará a contar com uma capacidade instalada de 5,2 GW renovável, sendo 4,2GW operacionais e 1,0 GW em construção.

update 18h40

Itaú (ITUB4) tem lucro do 2T22 em linha com as expectativas

O Itaú (ITUB4) registrou lucro recorrente gerencial de R$ 7,679 bilhões no segundo trimestre de 2022,, cifra 17,4% maior do que o registrado em igual etapa de 2021. O consenso da Refinitiv apontava uma expectativa de lucro de R$ 7,487 bilhões. O InfoMoney considera em linha resultados até 5% acima ou abaixo das projeções do mercado.

O banco revisou ainda para cima suas projeções para este ano da carteira de crédito total, que deve crescer entre 15,5% e 17,5%. Já para margem financeira com clientes, o Itaú projeta crescimento de até 27% neste ano. O banco estima ainda alta de até 9% da receita de prestação de serviços e resultado de seguros.

update 18h33

Neogrid (NGRD3) reporta lucro líquido ajustado de R$ 6,119 milhões no 2T22, queda de 46,5% na base anual

O ajuste foi feito pelo efeito contábil da amortização de Mais-Valia (2T22: R$ 5.398) e AVP (2T22: R$ 2.468) ,ambos gerados pelas aquisições. A Neogrid (NGRD3), sem o ajuste, teve prejuízo líquido no 2T22 de R$ 1,747 milhão.

O Ebitda caiu 47,9%, para R$ 6,416 milhões, com margem Ebitda recuando 10,8 pontos percentuais, a 10,1%.

A receita líquida subiu 8,0%, para R$ 63,455 milhões – a receita líquida recorrente avançou menos, 6,8%, para R$ 61,799 milhões.

update 18h28

PetroRio (PRIO3) informa alta na produção diária em julho de 45,91%

A empresa produziu em julho, contando os 95% de Polvo + TBMT e os 10% de Manati 46.824 barris de óleo equivalente por dia (boepd), ante os 32.090 boepd de junho. A marca de julho é a maior do ano até aqui.

Já a venda total caiu de 1,566 milhão de barris em junho para 993,687 mil em julho.

update 18h14

Itaú (ITUB4) vai pagar R$ 0,30 em JCP; ações ficam ex em 19 de agosto

O Itaú (ITUB4) aprovou o pagamento de JCP – juros sobre o capital próprio –, no valor de R$ 0,306500 por ação, com retenção de 15% de imposto de renda na fonte, resultando em juros líquidos de R$ 0,260525 por ação. O pagamento ocorrerá em 30 de agosto, com base na posição acionária de 18 de agosto, com ações ficando “ex-dividendos” em 19 de agosto.

update 18h10

Itaú (ITUB) tem lucro recorrente gerencial de R$ 7,679 bi no 2T22, alta de 17%

Um ano antes o lucro havia somado R$ 6,543 bilhões do 2T21. Em relação ao 1T22, a alta foi de 4,3%, quando o desempenho somou R$ 7,361 bilhões. Enquanto isso, o lucro líquido contábil somou R$ 7,436 bilhões, representando uma queda de 1,6% sobre o mesmo período do ano passado, mas um aumento de 10,2% sobre o primeiro trimestre deste ano.

update 18h08

Direcional (DIRR3) reporta lucro líquido ajustado 35,5% maior no 2T22, para R$ 55,143 milhões

A Direcional (DIRR3) informou também que o Ebitda ajustado (ajuste excluindo os juros capitalizados de financiamento à produção) ficou em R$ 118,141 milhões, alta de 32,2% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A margem Ebitda ajustado ficou em 20,3%, o que representa um recuo de 1,0 ponto percentual na comparação com o 2T21.

A receita líquida ficou em R$ 586,126 milhões, crescimento de 38,8% e, segundo a empresa, a maior receita líquida da história da Direcional.

update 18h02

Ibovespa futuro fecha com queda de 2,41%, aos 109.275 pontos; e dólar futuro, com queda de 1,10%, a R$ 5,146

update 17h53

Petrobras (PETR4) dispara e puxa ganhos da bolsa; Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) também se destacam

As ações da Petrobras puxaram os ganhos da bolsa nesta segunda-feira, com os papéis preferenciais (PETR4) saltando 5,05%, enquanto os ordinários (PETR3) avançaram 4,82%, em mais uma sessão de alta da cotação do barril do petróleo, com o Brent avançando 1,81%, aos US$ 96,95. Além disso, investidores se posicionam na petroleira antes da data de corte (11 de agosto) para o pagamento dos dividendos de quase R$ 88 bilhões anunciados pela petroleira.

Além da Petrobras, a sessão foi de ganhos para 3R Petroleum (RRRP3), +2,02%; Petrorio (PRIO3), +2,41%; e PetroReconvavo (RECV3), 2,60%. Só Enauta (ENAT3) foi na contramão, recuando 0,44%.

Mineração e siderurgia –  Quem também contribuiu para os ganhos da bolsa foi a Vale (VALE3), com alta de 0,85%, beneficiada pela valorização do minério no mercado asiático. Enquanto isso, as siderúrgicas operaram de forma mista, com CSN (CSNA3) recuando 0,85%; ao passo que Gerdau (GGBR4) e Usiminas (USIM5) avançaram, respectivamente, 0,81% e 0,34%.

Bancos – Completando os destaques de alta, em termos de volume financeiro, estiveram os bancos, com investidores se posicionando frente aos resultados de Itaú, que sai hoje, e de Banco do Brasil, na quinta-feira, fechando os grandes balanços do setor. Hoje, BB (BBAS3) saltou 3,15%, enquanto Itaú (ITUB4) avançou 1,24%, seguidos por Bradesco (BBDC4), +0,32%; e Santander (SANB11). +0,58%.

Aéreas – Já o setor aéreo esteve entre os maiores ganhos do dia, puxado por Gol (GOLL4), com +6,41%; e Azul (AZUL4), +6,12%, com investidores repercutindo os dados operacionais de julho do setor e a queda do dólar, que reduz custos das companhias. Hoje, a Azul reportou alta de 34% no tráfego de passageiros em julho. Semana passada, Gol também havia informado alta de 36% da demanda no mês passado. (Rodrigo Petry)

update 17h40

Fechamento dos outros índices brasileiros

  • Small Caps (SMLL): +1,38%
  • BDRs (BDRX): -1,43%
  • Fundos Imobiliários (IFIX): +0,13%
update 17h32

Índices setoriais fecham em alta nesta segunda

  • Consumo (ICON): +1,55%
  • Energia Elétrica (IEE): +0,52%
  • Financeiro (IFNC): +1,78%
  • Imobiliário (IMOB): +0,45%
  • Industrial (INDX): +1,01%
  • Materiais Básicos (IMAT): +0,96%
  • Utilidade Pública (UTIL): +0,45%
update 17h15

Ibovespa fecha com mais uma forte alta: mais 1,81%, aos 108.402,27 pontos, perto da máxima

  • Máxima: 108.489,25
  • Mínima: 106.472,87
  • Volume: R$ 28,15 bilhões

Ibovespa hoje fechou perto das máximas

Ibovespa fechamento de 8 de agosto. Fonte: Reprodução B3

Confira a evolução do IBOV durante a semana, mês e ano:

  • Segunda-feira (8): +1,81%
  • Semana: +1,81%
  • Agosto: +5,01%
  • 2022: +2,37%
update 17h10

Balança Comercial: importação de óleos combustíveis de petróleo na 1ª semana de agosto aumentou 130,92%, comparada com o mesmo período de 2021

As importações de óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) alcançaram na 1ª semana de agosto US$ 812 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 162 milhões, conforme dados divulgados nesta segunda (8) pela Secex.

update 17h07

Balança Comercial: vendas ao exterior da carne bovina avançam 4,96% na 1ª semana de agosto, ante igual período do ano passado

Em valor, a carne bovina somou no período US$ 249 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 49 milhões, de acordo com dados da Secex divulgados nesta segunda (8).

Já a carne de frango, o avanço na 1ª semana de agosto foi de 60,05%, para US$ 224 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 44 milhões.

update 17h05

Balança Comercial: importação de adubos e fertilizantes cresce 57,28% na 1ª semana de agosto em relação ao mesmo período de 2021

As importações de adubos e fertilizantes químicos (exceto fertilizantes brutos) somaram US$ 562 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 112 milhões, de acordo com dados da Secex.

update 17h04

Índices em NY fecham mistos, com Dow Jones se segurando no azul

Os investidores tenta assimilar dados econômicos que seguem conflitantes sobre se vai ter uma recessão global (ou mesmo nos EUA) ou não. A volatilidade foi intensa, abrindo uma semana que dará aos investidores novos dados da inflação nos EUA. Balanços das empresas seguem orientando as ações e a instabilidade, em uma balança com dados macroeconômicos, que indicam que a recessão ainda não está próxima.

Os principais índices se alternaram entre breves momentos de ganhos mais firmes. O Dow Jones, entretanto, conseguiu se segurar no positivo na maior parte da sessão.

  • Dow Jones: +0,09%, a 32.832,54 pontos
  • S&P 500: -0,12%, a 4.140,06 pontos
  • Nasdaq: -0,10%, a 12.644,46 pontos
update 17h02

Dólar fecha dia com nova queda forte: menos 1,04%

Diante do real, o dólar tem nova queda consistente, como foi na sexta-feira (5). A moeda norte-americana se enfraqueceu no exterior, diante de uma cesta de moedas mais fortes, com o alívio sobre temores de uma possível recessão, especialmente nos EUA e na Europa. Os dados ainda são conflitantes, ora positivos, ora negativos.

  • Venda = R$ 5,113
  • Compra = R$ 5,113
  • Mínima = R$ 5,104
  • Máxima = R$ 5,150
update 16h57

Fechamento do mercado com Pam Semezzato, da Clear Corretora

update 16h55

Ibovespa fecha, preliminarmente, com alta de 1,75%, aos 108.338,32 pontos

update 16h52

Balança Comercial: ouro teve aumento nas exportações em 33,01% na 1ª semana de agosto em relação ao mesmo período de 2021

Segundo a Secex, o ouro (excluindo minérios de ouro e concentrados) alcançou exportações no valor de US$ 132 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 26 milhões.

update 16h46

Balança Comercial: negócios ao exterior de celulose cresceram 54,86% na 1ª semana de agosto, ante o mesmo período de 2021

As vendas de celulose alcançaram US$ 213 milhões no período, o equivalente a uma média diária de US$ 42 milhões, informa a Secex.

update 16h42

Balança Comercial: exportações de produtos semi-acabados e lingotes caíram na 1ª semana de agosto 12,84%, ante o mesmo período de 2021

Dados da Secex da 1ª semana de agosto indicam que produtos semi-acabados, lingotes e outras formas primárias de ferro ou aço somaram em exportação US$ 122 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 24 milhões.

update 16h35

IPCA de julho deve ter primeira deflação em 26 meses e maior contração desde o plano Real

Índice deve recuar com queda de preços administrados; efeito promete ser temporário, mas pode impactar dinâmica inflacionária no futuro.

update 16h34

Balança Comercial: vendas ao exterior de minério de ferro recuam 56,22% na 1ª semana de agosto, na comparação com o mesmo período de 2021

Segundo dados da Secex, divulgados nesta segunda (8), as vendas da 1ª semana de agosto de minério de ferro e seus concentrados atingiram US$ 558 milhões, o equivalente a uma média diária de US$ 111 milhões.

Já minérios de cobre e seus concentrados alcançaram vendas de US$ 163 milhões no mesmo período, avançando 97,99% na comparação na 1ª semana de agosto de 2021, o equivalente a uma média diária de US$ 32 milhões.

update 16h27

Balança Comercial: exportações de petróleo bruto tiveram queda de 15,98% na 1ª semana de agosto, ante igual período de 2021

As vendas ao exterior de óleos brutos de petróleo ou de minerais betuminosos somaram US$ 611 milhões, representando uma média diária de US$ 122 milhões, de acordo com dados divulgados nesta segunda (8) pela Secex.

Já as exportações de óleos combustíveis de petróleo ou de minerais betuminosos (exceto óleos brutos) avançaram na 1ª semana de agosto 69,40%, para US$ 204 milhões, o equivalente a US$ 40 milhões por dia.

update 16h22

Reta final: Ibovespa segue com ganhos consistentes, mais 1,64%, aos 108.220 pontos, na contramão de NY

Índices em Wall Street continuam no vermelho, com o Dow Jones lutando para se manter no positivo.

  • Dow Jones: +0,01% (às 15h36: +0,03%)
  • S&P 500: -0,15% (às 15h36: -0,26%)
  • Nasdaq: -0,16% (às 15h36: -0,33%)
update 16h20

Petróleo fecha em alta nesta segunda-feira

Dados econômicos positivos vindos da China e dos EUA apontaram para uma queda não tão brusca da demanda, embora os temores de uma recessão global sigam firmes no horizonte. Os dados da inflação nos EUA, que saem essa semana, colocarão novamente o petróleo em estresse.

  • WTI (setembro): +1,97%, a US$ 90,76
  • Brent (outubro): +1,81%, a US$ 96,65
update 16h15

Ouro para dezembro fecha em alta de 0,80%, a US$ 1.805,20 a onça

Os preços do ouro subiram hoje, diante da retração do dólar e dos rendimentos do Tesouro dos EUA, com os investidores de olho nos dados de inflação nos EUA essa semana.

update 16h01

Juros futuros fecham em queda por toda a curva

Tendência vista nos últimos dias, de recuo dos juros futuros, começou após a indicação do Banco Central brasileiro, no relatório explicando o mais recente aumento de 0,50 ponto percentual da Selic, quarta-feira passada (3), de que o ciclo de alta pode ter chegado ao fim. Desde então as quedas têm sido acentuadas, ao ponto de hoje a maioria dos juros longos mais líquidos já operar abaixo da faixa de 12%, enquanto estavam acima dos 13% há uma semana.

  • DI (2023): -0,03 pp, a 13,74%
  • DI (2024): -0,08 pp, a 12,95%
  • DI (2025): -0,23 pp, a 11,90%
  • DI (2027): -0,27 pp, a 11,75%
  • DI (2029): -0,27 pp, a 11,96%
  • DI (2031): -0,29 pp, a 12,04%
update 15h56

Confira as empresas que divulgam balanço do 2T22 hoje, após fechamento do mercado

  • Banco Modal (MODL11): no momento, +4,50%
  • Direcional (DIRR3): no momento, -1,00%
  • Itaú Unibanco (ITUB4): +1,08%
  • Neogrid (NGRD3): +3,17%
  • Portobello (PTBL3): +2,54%
  • São Martinho (SMTO3): +2,13%
  • Technos (TECN3): +5,11%

Amanhã, antes da abertura de mercado, ainda têm:

update 15h51

Índice de FIIs (IFIX) opera com leve alta de 0,08%

  • Rio Bravo (RBHG11) tem a maior alta: +2,52%
  • Versalhes (VSLH11) tem a maior baixa: -3,44%
update 15h44

Índice de BDRs (BDRX) apresenta baixa de 1,40%

  • AMC Entertainment (A2MC34) opera com a maior alta: +12,35%
  • Palantir Technologies (P2LT34) opera com a maior baixa: -13,19%
update 15h36

Índices em NY seguem operando entre perdas e ganhos

A volatilidade segue intensa, abrindo uma semana que dará aos investidores novos dados da inflação nos EUA. Balanços das empresas seguem orientando as ações e a instabilidade, em uma balança com dados macroeconômicos, que indicam que a recessão ainda não está próxima.

Os principais índices se alternam entre breves momentos de ganhos mais firmes e perdas no mesmo nível. O Dow Jones, entretanto, consegue se segurar no positivo na maior parte do tempo.

  • Dow Jones: +0,03% (às 13h29: +0,05%)
  • S&P 500: -0,26% (às 13h29: -0,17%)
  • Nasdaq: -0,33% (às 13h29: -0,12%)
update 15h14

Balança Comercial: primeira semana de agosto tem saldo positivo de US$ 1,236 bilhão

A média diária do saldo foi de US$ 247,2 milhões, o que representa uma queda de 29% com relação ao mesmo período de 2021.

O resultado veio com exportações na ordem de US$ 7,243 bilhões, com média diária de US$ 1,449 bilhão; e importações de US$ 6,007 bilhões, com média diária de US$ 1,201 bilhão.

update 15h07

Ganhos das ações da Petrobras (PETR4) se ampliam e chegam aos 5,19%, a R$ 36,68

update 14h57

Vendas de cimento registraram queda de 6,8% em julho, na base anual

Segundo o Sindicato Nacional da Indústria do Cimento (SNIC), em julho, as vendas foram a 5,5 milhões de toneladas. Ao se analisar o despacho de cimento por dia útil em julho 234,5 mil toneladas, há uma queda de 2,6% sobre mesmo mês do ano passado. No acumulado de janeiro a julho o recuo foi de 3,3%.

“A indústria do cimento segue enfrentando gargalos associados ao aumento nos preços de insumos e um cenário econômico difícil, elevando ainda mais a insegurança em relação ao desempenho do setor nos próximos meses”, explica a SNIC em nota.

update 14h50

Bolsonaro pede a banqueiros que reduzam juros para empréstimos consignados aos beneficiários do BPC

O presidente Jair Bolsonaro está reunido com banqueiros da Febraban, e pediu que os bancos juros menores para empréstimos consignados para beneficiários do Benefício de Prestação Continuada e do Auxílio Brasil, que tem um limite de até 40% do valor recebido. As informações são do Correio Braziliense. Os bancos, entretanto, já se disserem contra, procurando evitar aumento do endividamento das famílias de baixa renda.

O presidente apelou para a crise, tentando convencer os banqueiros: “em 2022 os problemas continuaram. Agravou-se com o conflito Ucrânia e Rússia, todo mundo sofrendo”, disse. “Faço apelo para vocês: vai entrar o pessoal do BPC no empréstimo consignado. Isso é garantia, desconto em folha. Se puderem reduzir o máximo possível porque ainda estamos atravessando, estamos no final da turbulência”.

update 14h43

Fleury (FLRY3): BofA vê empresa mantendo liderança entre laboratórios e aumenta preço-alvo

“O cenário de parece sólido, refletindo a continuidade do forte fluxo de procedimentos e expansão de margem devido às sinergias dos novos negócios”, resume o BofA. “No entanto, mantemos nossa visão cautelosa para o médio/longo prazo, pois a concorrência tende a aumentar dos grandes grupos, principalmente hospitais e players verticais”.

O preço-alvo passou de R$ 17,00 para R$ 18,00, mantendo classificação underperform (similar à Venda). “Apesar do aumento do preço-alvo, Fleury (FLRY3) tem o menor upside esperado em nossa cobertura”, resume. No momento, as ações são negociadas a R$ 15,63, alta de 1,23%.

update 14h30

Ações preferenciais da Petrobras (PETR4) sobem 4,88% e atingem maior valor em mais de um ano

No momento, as preferencias da estatal (PETR4) sobem a R$ 36,57. Desconsiderando novas emissões é o maior valor de face desde 30 de maio de 2008, quando fechou valendo R$ 36,69.

Já as ordinárias (PETR3) sobem 3,92%, valendo R$ 38,97, o maior valor desde 23 de maio de 2022, quando fechou a R$ 39,06.

update 14h14

BB Seguridade (BBSE3): sinistralidade normalizada ajudou nos resultados do 2T22

De acordo com o Credit Suisse, os resultados fortes no 2T22 do BB Seguridade (BBSE3) foram impulsionados pelo crescimento dos prêmios, sinistralidade normalizada e aumento dos resultados financeiros em um ambiente de taxas de juros mais altas.

O banco manteve classificação outperform para o BB Seguridade, com preço-alvo de R$ 27,50/ação.

update 14h06

Ambev (ABEV3) tem preço-alvo reduzido de R$18 para R$ 16, com recomendação Neutra

A análise é do BofA, justificando que, “embora os lucros devam melhorar além do quarto trimestre, esperamos que a recuperação seja gradual, enquanto o aumento dos níveis atuais é limitado”. O BofA reduziu também a relação preço/lucro da Ambev (ABEV3) de 20x em 2022 para 18x em 2023, “para refletir o maior custo de capital”.

No momento, ABEV3 opera em alta de 0,96%, para R$ 14,74.

update 13h56

Índice de Small Cap (SMLL) opera em alta de 1,70%

  • Maior alta: Enjoei (ENJU3), 14,08%
  • Maior queda: Tenda (TEND3), -7,94%
update 13h52

Banco Pan (BPAN4) teve resultados mistos no 2T22, segundo BBA

“No geral, resultados mistos para o Pan (BPAN4), mas certamente mostrando que sua gestão pode obter lucros decentes mesmo em tempos turbulentos”, entende o BBA, que mantém classificação market perform (similar à Neutra), com preço-alvo de R$ 12,00.

No momento, BPAN cai 2,71%, a R$ 7,19.

update 13h37

Banco Pan (BPAN4) opera em queda de 3,92%; balanço 2T22 saiu antes da abertura

Após a divulgação do balanço, as ações chegaram a abrir em alta consistente (veja nota das 10h12), mas viraram para a forte queda. O Banco Pan (BPAN4) registrou baixa de 4% no lucro, indo a R$ 194 milhões.

update 13h31

Petrobras (PETR4), Eletrobras (ELET6) e Vibra (VBBR3): os planos iniciais da campanha de Lula e os possíveis impactos

update 13h29

Índices em NY passam a operar entre perdas e ganhos

Os principais índices em Wall Street reduziram os ganhos que tiveram durante a manha, desde a abertura, com Nasdaq e S&P 500 virando para queda. Um dos pontos em questão foi a fraca receita da Nvidia (NVDC34) no 2T22, que coloca mais pressão sobre o mercado de semicondutores.

  • Dow Jones: +0,05% (às 10h55: +0,80%)
  • S&P 500: -0,17% (às 10h55: +0,93%)
  • Nasdaq: -0,12% (às 10h55: +1,42%)
update 13h24

Privatizada, Eletrobras pode triplicar investimentos, diz novo CEO

A nova Eletrobras (ELET3;ELET6) terá condições de elevar sua capacidade de investimentos para R$ 15 bilhões, tornando-a, num futuro próximo, a maior empresa global de eletricidade renovável, segundo o novo CEO, Wilson Ferreira Jr., que toma pose em 20 de setembro e foi um dos idealizadores do seu processo de capitalização.

“Agora, com uma governança privada, com capacidade de investir cerca de 15 bilhões por ano… (Tudo) é muito positivo”, disse Ferreira. Esses valores representam o triplo do investido em 2021 e estão associados ao novo perfil de investidores, a compromissos da empresa e ao nível de alavancagem relativamente baixo. (Reuters)

update 13h19

Dividendo do FII de escritório BMLC11 pode cair 14% com saída de inquilino

O FII BM Brascan Lajes Corporativas (BMLC11) comunicou a intenção da ExxonMobil Exploração Brasil – inquilina do fundo que atua no setor de petróleo – de encerrar contrato de locação que tem com a carteira. Caso a empresa confirme a rescisão do vínculo, a distribuição de dividendos do fundo deverá ser reduzida em 14,47%, de acordo com fato relevante divulgado na última sexta-feira (5).

Com a notícia, o índice de Fundos Imobiliários, o IFIX (IFIX) chegou a cair, mas agora opera com alta de 0,07%.

update 13h11

Dólar segue no campo negativo, com queda de 0,65%

A máxima do dia é de R$ 5,150, com mínima de R$ 5,104. A compra e a venda valem R$ 5,135.

update 12h49

Expectativa de inflação para os consumidores dos EUA cai para 6,2% em julho, de 6,8% em junho, diz pesquisa do Fed de NY

A expectativa para a inflação em 3 anos, caiu de 3,6% na pesquisa de junho, para 3,2% na pesquisa de julho. Mesmo movimento foi visto com relação à inflação em 5 anos: de expectativa de 2,8% em junho para 2,3% em julho.

update 12h43

Todos os índices setoriais operam em consistente alta

  • Consumo (ICON): +1,89%
  • Energia Elétrica (IEE): +0,97%
  • Financeiro (IFNC): +1,92%
  • Imobiliário (IMOB): +1,18%
  • Industrial (INDX): +1,40%
  • Materiais Básicos (IMAT): +0,93%
  • Utilidade Pública (UTIL): +0,86%
update 12h41

Principais índices europeus abrem semana com ganhos consistentes

À espera dos importantes dados de inflação que os Estados Unidos divulgam esta semana, os investidores trabalham com sinais contraditórios sobre a economia global estar ou não caminhando para uma recessão.

O economista do HSBC, James Pomeroy, deu à CNBC uma amostra de como a chuva de indicadores pode confundir os mercados: “no mês passado, os sinais confusos não ficaram mais claros, com uma segunda contração trimestral do PIB dos EUA em desacordo com dados mensais mais firmes, surpresas positivas nos dados do PIB na Europa e uma série de lançamentos sugerindo que os consumidores continuam gastando apesar sua visão pessimista”.

  • Stoxx 600: +0,76%
  • DAX (Frankfurt): +0,88%
  • FTSE 100 (Londres): +0,60%
  • CAC 40 (Paris): +0,80%
  • IBEX 35 (Madri): +1,30%
  • FTSE MIB (Milão): +0,62%
  • MOEX (Moscou): +1,69%
update 12h27

Ações da Petrobras (PETR3; PETR4) aceleram altas para 2,43% e 3,01%

update 12h15

Confira o Radar

update 12h13

Nova máxima: Ibovespa chega aos 108.209 pontos, alta de 1,63%

update 12h11

Ibovespa avança aos 108 mil pontos com ajuda do exterior, subida da Petrobras e à espera de dados de inflação e novos balanços

A semana começa positiva na bolsa brasileira, com o Ibovespa cotado aos 108.075 pontos, alta de 1,51%. Na máxima do dia, o índice chegou aos 108.149 pontos. O otimismo do mercado segue a tendência exterior, com as bolsas dos EUA e da Europa subindo, à espera de dados da inflação norte-americana.

No Brasil, as ações da Petrobras (PETR3; PETR4), que sobem quase 2%, ajudam o rali do Ibovespa hoje, enquanto as maiores altas estão entre as varejistas.

Em Nova York, o S&P 500 SPX sobe 0,82%. No cenário internacional, segundo a XP, os destaques serão a inflação ao consumidor e ao produtor dos EUA. Além disso, dados de confiança americanos, produção industrial da Europa, e dados de atividade e setor externo na China serão importantes termômetros da atividade econômica global.

Para analistas da XP, as atenções dos investidores estarão focadas no índice de preços ao consumidor dos EUA, principalmente após o relatório de empregos dos EUA, muito mais forte do que o esperado, diminuindo expectativas de que o Fed possa ceder em sua campanha agressiva para domar a inflação e diminuir o ritmo de alta da taxa de juros.

Já no Brasil, os destaques serão a divulgação da ata da última reunião do Copom e a inflação (IPCA) de julho. No campo da atividade econômica, teremos dados de varejo (PMC) e de serviços (PMS) referentes a junho.

update 12h05

Preços dos combustíveis no Brasil seguem acima da paridade internacional, diz Abicom

A Petrobras (PETR3;PETR4) anunciou quinta-feira (4) a redução dos valores do diesel. No caso da gasolina, são 11 dias sem alterações. A Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis publica o estudo diariamente.

  • Diesel (média nacional): +14%, ou R$ 0,64 (sexta era +10% ou 0,47)
  • Gasolina (média nacional): +8%, ou R$ R$ 0,28 (sexta era +9% ou 0,31)
update 12h03

Confira as maiores baixas do Ibovespa até o momento

  • Copasa (CSMG3), -2,43%
  • JBS (JBSS3), -2,00%
  • MRV (MRVE3), -1,58%
  • Marfrig (MRFG3), -1,27%
  • Egie (EGIE3), -1,25%
update 11h58

Confira as maiores altas do Ibovespa até o momento

  • Magazine Luiza (MGLU3), +8,23%
  • Petz (PETZ3), +7,87%
  • Natura (NTCO3), +5,91%
  • Americanas (AMER3), +4,96%
  • Via (VIIA3), +4,90%
update 11h47

Ações da WEG (WEGE3) saltam 4% com reclassificação para outperform

O Itaú BBA alterou sua recomendação à empresa para o equivalente à compra [veja nota das 8h57], com preço-alvo de 36, para o final de 2023. Neste momento, os papéis avançam quase 4,02%, a R$ 29,99.

update 11h37

Ações da Vale (VALE3) reduzem ganhos para 0,22%, aos R$ 68,15

update 11h35

Investidor estrangeiro ingressou com R$ 1,072 bilhão em 4 de agosto na B3

Segundo dados da B3, no acumulado de agosto, até dia 4, o ingresso líquido de recursos de investidores estrangeiros alcança R$ 1,513 bilhão, enquanto no ano soma saldo positivo de R$ 55,274 bilhões. Em 4 de agosto, o Ibovespa saltou 2,04%, encerrando aos 105.892,22 pontos, no maior patamar em quase dois meses.

update 11h30

Dólar comercial desacelera queda e chega a R$ 5,131 na compra e na venda, queda de 0,68%

update 11h29

Juros futuros ampliam queda por toda a curva

  • DI (2023): -0,03 pp, a 13,74%
  • DI (2024): -0,05 pp, a 12,99%
  • DI (2025): -0,12 pp, a 12,01%
  • DI (2027): -0,15 pp, a 11,86%
  • DI (2029): -0,18 pp, a 12,05%
  • DI (2031): -0,19 pp, a 12,14%
update 11h18

Ibovespa desacelera e está cotado a 107.752 pontos, alta de 1,20%

update 11h14

Ações de empresas de saúde sobem, com Hapvida (HAPV3) liderando altas, +8,68%

Rede D’or (RDOR3) dispara 5,78% e Qualicorp (QUAL3) sobe 1,06%. Na contramão, Fleury (FLRY3) amarga queda de 0,84%.

update 11h09

Ibovespa futuro opera em alta de 1,37%, aos 108.145 pontos

update 11h06

Eletrobras (ELET3;ELET6): banco espera melhoria no novo estatuto da companhia

O Credit Suisse, em comentário sobre o novo conselho eleito para a Eletrobras (ELET3;ELET6) pós-privatização, pontuou que espera melhorias no estatuto – com regras importantes para alocação de capital, alavancagem, dividendos e estratégia – e uma reviravolta no plano de negócios com relação às metas e investimentos.

update 10h59

Varejo tem dia de disparada: Magazine Luiza (MGLU3) salta 9,18%

Além de Magalu, as ações de Americanas (AMER3) disparam 6,3% e de Via (VIIA3) avançam 5,59%.

update 10h55

Bolsas em NY ampliam ganhos em semana de importantes dados de inflação

Após registar a terceira semana consecutiva de ganhos, os principais índices das bolsas em NY têm ganhos nesta manhã: Dow Jones (+0,80%), S&P500 (+0,93%) e Nasdaq (+1,42%). O avanço acontece às véspera de importantes dados econômicos nos EUA, como o índice de preços ao consumidor (CPI), previsto para quarta-feira, e o índice de preços ao produtor (PPI), na quinta-feira.

update 10h49

Ações da Vale (VALE3) reduzem ganhos, com alta de 0,75%

update 10h48

Braskem (BRKM5) opera estável (+0,09%) após controlador (Novonor) reiterar que não conduz negociações para venda de participação

Segundo a empresa, até o momento, não houve evolução em relação a qualquer alternativa relacionada à alienação de sua participação na Braskem.

update 10h46

Ações da Petrobras ampliam ganhos: PETR3, +2,75%; PETR4, +3,36%

update 10h43

Ibovespa chega aos 108.070 pontos, alta de 1,50%

update 10h38

Ibovespa sobe mais de 1%, acompanhando exterior

A bolsa começa a semana em alta de 1,05%, aos 107.591 pontos, no ritmo positivo dos mercados dos Estados Unidos e da Europa, que têm seus indicadores em alta nesta manhã. A agenda de balanços brasileira entra na reta final esta semana, concentrando grande parte das divulgações da temporada.

Já o dólar comercial amarga queda de 1,19%, na mínima do dia, cotado a R$ 5,104 na compra e a R$ 5,105 na venda. Enquanto a curva dos juros futuros também caem, à espera da ata do Copom, que deve ser divulgada amanhã, dando sinais mais claros sobre os juros brasileiros.

update 10h38

Eletrobras (ELET3;ELET6): banco aponta redução de risco às ações e visão otimista com novo conselho

O Itaú BBA relatou que a Eletrobras (ELET3;ELET6) é a principal escolha no setor de Utilities, com base em seu enorme tamanho, avaliação muito atraente, forte geração de fluxo de caixa e capacidade de pagar dividendos. O banco mantém classificação outperform para a empresa, com preço-alvo de R$ 61,60/ação.

update 10h34

Bolsas em NY abrem com forte alta, dando sequência a ganhos da semana passada

O Dow Jones avança 0,63%, o S&P500 valoriza-se 0,67% e o Nasdaq ganha 0,80%.

update 10h29

Dólar comercial chega à mínima de R$ 5,106 na compra, queda de 1,15%

update 10h28

Ações de frigoríficas caem, com destaque para JBS (JBSS3), que puxa quedas com 2,28%

Na sequência estão Marfrig (MRFG3), com -1,04%, e Minerva (BEEF3), com -1,00%. Por outro lado, BRF (BRFS3) sobe 0,54%.

update 10h25

Ibovespa acelera alta para 107.795 pontos, subida de 1,24%

update 10h21

Varejistas estão entre as maiores altas do dia, com Magazine Luiza (MGLU3) liderando, com +4,11%

As ações de Americanas (AMER3) sobem 3,17% e Via (VIIA3) avançam 3,15%.

update 10h19

Hapvida (HAPV3) dispara 8,06%, maior alta do dia do Ibovespa

update 10h14

Celesc (CLSC4) tem queda 0,26% em suas ações após balanço

update 10h12

Banco Pan (BPAN4) tem alta de 1,62% em suas ações após resultados

update 10h12

Ibovespa abre com alta de 0,80%, aos 107.322 pontos

update 10h11

Ações de BB Seguridade (BBSE3) registram alta de 2,07% após balanço

update 10h08

Ações da Petrobras abrem em alta: PETR3, +1,49%; PETR4, +1,95%

update 10h07

Vale (VALE3): ações têm alta de 1,07% na abertura dos negócios

update 10h06

Ibovespa abre, preliminarmente, com alta de 0,33%, aos 106.823 pontos

update 10h02

BB Seguridade (BBSE3) diz que não alterou projeções de previdência por arrefecimento nos saques

A BB Seguridade (BBSE3) alterou 2 dos seus 3 guidances, conforme divulgado nesta segunda-feira. Ocorreu alteração para cima do resultado operacional não decorrente de juros e prêmios emitidos pela Brasilseg. Já as reservas de previdência (PGBL e VGBL) não foram alteradas a guidance. Segundo a empresa, apesar das vendas fortes de PGBL e VGBL no período, houve somente um pequeno arrefecimento nos saques.

update 10h00

Dólar comercial na mínima do dia: câmbio cai mais e é cotado a R$ 5,116 na compra e na venda, queda de 0,98%

update 9h52

Mais dois navios de grãos saem da Ucrânia com abertura do terceiro porto

Dois navios, transportando milho e soja, partiram dos portos ucranianos do Mar Negro hoje, disseram Turquia e Ucrânia, elevando o total de embarcações para dez desde que a primeira partiu na semana passada sob um acordo com a Rússia para desbloquear as exportações de grãos ucranianos.

update 9h48

Cotações do minério de ferro têm nova sessão de alta, estendendo recuperação de sexta

O minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 4,31%, a 737,50 iuanes, o equivalente a US$ 109,06, enquanto os contratos futuros em Cingapura subiram 3,6%. No mercado à vista, em Cingapura, o minério avançou 1,7% e em Qindao subiu 2,7%. Segundo a Reuters, a melhora das margens siderúrgicas na China incentiva as usinas a reiniciar gradualmente os auto-fornos ociosos, elevando as importações da commodity, que em julho subiram 3% na comparação anual e mensal.

update 9h42

BB Seguridade (BBSE3): alteração de guidances ocorrem por melhora de sinistralidade e desempenho comercial

Ullisses Assis, CEO da BB Seguros (BBSE3), comentou sobre as alterações de guidances promovidas pela empresa, em entrevista a jornalistas. Segundo ele, com a sinistralidade retornando a patamares normalizados no segundo trimestre e o desempenho comercial acelerando, principalmente no segmento de seguros, a companhia decidiu revisar para cima a suas estimativas. Confira as alterações:

Indicador Projeção inicial Observado
1S22
Projeção Revisada
Resultado operacional não decorrente de juros (ex-holdings) +12%  a  17% 25,1% +15%  a  20%
Prêmios emitidos da Brasilseg +10%  a  15% 21,2% +20%  a  25%
Reservas de previdência – PGBL e VGBL da Brasilprev +9%   a  13% 3,9%¹ Mantido
update 9h34

Goldman Sachs reduz projeções para petróleo no curto prazo, mas segue vendo preços acima de US$ 100 o barril

Os analistas de commodities do Goldman Sachs avaliam que os argumentos para projetarem preços mais altos de petróleo continuam fortes, mesmo assumindo que todos os choques negativos se concretizem.

update 9h32

Dólar comercial cai 0,70%, na mínima do dia, cotado a R$ 5,130 na compra e a R$ 5,131 na venda

update 9h30

Juros futuros caem por toda a curva

  • DI (2023): -0,01 pp, a 13,75%
  • DI (2025): -0,12 pp, a 11,98%
  • DI (2027): -0,12 pp, a 11,86%
  • DI (2029): -0,11 pp, a 12,09%
update 9h24

BB Seguridade (BBBSE3): empresa espera grande volatilidade no segundo semestre

Rafael Sperendio, CFO do BB Seguridade (BBSE3), citou preocupação com a instabilidade no 2S22 hoje, em coletiva com jornalistas. “Mercado está bastante difícil. A gente está observando uma volatilidade muito grande”, disse sobre aos índices econômicos, que dificultam aplicações multimercado realizadas pela companhia.

update 9h18

ADR PBRA e PBR da Petrobras sobem, respectivamente, 1,71%, a US$ 13,69, e 2,01%, a US$ 14,74

update 9h17

ADR da Vale sobe 1,29%, a US$ 13,37

update 9h10

BB Seguridade (BBSE3): 2T22 tem dados positivos, com destaque para números robustos de Brasilseg, diz Credit Suisse

update 9h05

Azul (AZUL4) registra aumento de 33% na capacidade em julho

Segundo a empresa, o tráfego de passageiros consolidado (RPKs) aumentou 34,0% em relação a julho de 2021, frente a um aumento de 33,1% da capacidade (ASKs), resultando em uma taxa de ocupação de 82,9% um aumento de 0,6 pontos percentuais comparado com o mesmo período em 2021.

“Nossos fortes resultados de tráfego em julho são mais uma evidência das nossas vantagens competitivas e oferta disciplinada de capacidade. Continuamos com fortes tendências de demanda, especialmente agora com o início dos períodos sazonalmente mais fortes de primavera e verão no Brasil”, diz John Rodgerson, CEO da Azul, em comunicado.

update 9h04

Dólar futuro para setembro cai 0,57%, a R$ 5,1735

update 9h03

Dólar comercial abre em queda de 0,40%, cotado a R$ 5,145 na compra e a R$ 5,146 na venda

update 9h03

Azul (AZUL4) registra aumento do tráfego consolidado de 34% em julho ante julho/21

update 9h02

Ibovespa futuro com vencimento em agosto sobe 0,77%, a 107.525 pontos

update 8h57

WEG (WEGE3) tem recomendação atualizada para outperform

O Itaú BBA deu algumas razões para atualizar a classificação da WEG (WEGE3). Entre elas, as ações relativamente mais baratas, risco pequeno em relação ao consenso, perfil relativamente mais defensivo em tempos voláteis, melhor histórico de ganhos e bom posicionamento para entrada de capital próprio. O BBA aponta preço-alvo de R$ 36/ação para a empresa.

update 8h51

Eneva (ENEV3) e Omega Energia (MEGA3): JP Morgan inicia cobertura com recomendações neutras

Apesar do rating neutro, o banco afirma que prefere o valuation de Omega (MEGA3), com uma assimetria de risco ascendente, exposição a energia renovável e melhores pontuações de ESG. “A geração de energia é a base das concessionárias do setor, e continuamos a ver uma regulamentação benigna e um crescimento sólido para energias renováveis ​​e geração a gás no Brasil”, destaca o JP Morgan, ao citar que a preferida do setor é a Eletrobras.

O preço-alvo para Eneva (ENEV3) é de R$ 17 e o de Omega (MEGA3) é R$ 15.

update 8h43

Banco Pan (BPAN4) registra baixa de 4% no lucro no 2º trimestre, a R$ 194 milhões

A receita de intermediação financeira somou R$ 3,267 bilhões no segundo trimestre deste ano, elevação de 46,4% na comparação com segundo trimestre de 2021.

update 8h42

Eletrobras (ELET3 ELET6): Com nova gestão, elétrica deve seguir manual de criação de valor

O Morgan Stanley comentou sobre o novo conselho eleito da Eletrobras (ELET3;ELET6), inclusive com a volta de Wilson Ferreira à presidência, pós-privatização. “Acreditamos que o plano de ação pós-privatização não deve demorar muito para ser apresentado e deve ser executado com eficiência”, relatou a instituição. “Esperamos que a nova Eletrobras siga o manual de criação de valor – maximizar retornos, mitigar riscos e crescer com sabedoria”, acrescentou. O Morgan manteve classificação overweight à companhia, com preço-alvo de R$ 67.

update 8h42

BB Seguridade (BBSE3) lucra R$ 1,406 bi no 2º trimestre, alta de 86,6% na base anual; empresa anuncia dividendos

O lucro líquido veio acima das projeções do consenso Refinitiv de lucro de R$ 1,3 bilhão.

update 8h36

Confira o InfoMorning

update 8h30

Focus: projeção do câmbio permanece em R$ 5,20 para 2022 e 2023

update 8h30

Focus: projeção do PIB para 2023 é mantida em 0,40%

update 8h29

Focus: projeção do PIB para 2022 é elevada para 1,98% de 1,97% (semana passada)

update 8h28

Focus: projeção de Selic para 2022 segue em 13,75%, e para 2023 continua em 11%

update 8h28

Pesquisa eleitoral aponta redução da diferença entre Lula e Bolsonaro

Pesquisa eleitoral BTG Pactual/FSB divulgada hoje aponta o candidato Luiz Inácio Lula da Silva (PT) com 41% na intenção de voto estimulada (ante 44% na última pesquisa). Já o atual presidente Jair Bolsonaro (PL) passou de 31% para 34%. A margem de erro é de 2 pontos percentuais – portanto, tanto a queda de Lula quanto o avanço de Bolsonaro foi acima da margem de erro. Ciro Gomes (PDT) está com 7%, 2 pontos porcentuais abaixo da pesquisa anterior – portanto, dentro da margem de erro. Simone Tebet (MDB) foi de 2% para 3% – oscilou também dentro da margem de erro. A pesquisa foi feita por telefone entre os dias 5 e 7 de agosto.

update 8h28

Focus: projeção do IPCA para 2023 sobe para 5,36% de 5,33% (semana anterior)

update 8h27

Focus: projeção do IPCA para 2022 cai para 7,11% de 7,15% (semana passada)

update 8h19

Ecorodovias (ECOR3) aprova 11ª emissão de debentures simples no montante de R$ 1,050 bilhão

Os recursos líquidos captados por meio da emissão serão destinados à realização de investimentos em subsidiárias da Emissora, refinanciamento de dívidas e reforço de caixa. As debêntures não contarão com garantias de qualquer natureza.

update 8h15

Enauta (ENAT3): parada programada no Campo de Atlanta deverá ser concluída nos próximos dias

O retorno gradual da produção do Campo deverá ocorrer em meados de agosto, quando começará o comissionamento da nova unidade de tratamento de água e dos equipamentos que sofreram manutenção no período e serão executados serviços complementares no FPSO Petrojarl I. A produção deverá estar normalizada até setembro.

update 8h12

Portobello (PTBL3) aprova dividendos e JSCP

A Portobello (PTBL3) aprovou proventos no valor bruto de R$ 0,30812818 por ação, sendo o valor bruto de R$ 0,16204928 por ação sob a forma de dividendos e o valor líquido de R$ 0,12416706 por ação na forma de juros sobre capital próprio. A data base para o pagamento é 18 de agosto os dividendos serão creditados em 01 de setembro de 2022.

update 8h11

Rendimentos dos Tesouros dos EUA caem de olho nas decisões do Fed

  • Treasuries: T-note de 10 anos a 2,492% (-0,048)
  • Treasuries: T-note de 2 anos a 3,214% (-0,034)
update 8h06

Inflação pelo IPC-S cai 1,13% na primeira quadrissemana de agosto

Segundo o FGV, o IPC-S acumula alta de 6,02% nos últimos 12 meses. Nesta apuração, três das oito classes de despesa componentes do índice registraram acréscimo em suas taxas de variação. A maior contribuição para o resultado do IPC-S partiu do grupo Habitação cuja taxa de variação passou de -0,70%, na quarta quadrissemana de julho de 2022 para -0,44% na primeira quadrissemana de agosto de 2022.

update 8h04

Confira o Coffee Trader

update 8h03

BB Seguridade (BBSE3): dividendos de R$ 1,036 por ação serão pagos em 29 de agosto

A empresa informou que o valor total é de R$2.068.697.495,23. Os dividendos terão como base a posição acionária de 17/08/2022, sendo as ações negociadas ex-dividendos a partir de 18/08/2022.

update 7h55

BB Seguridade (BBSE3) vê alta em prêmios emitidos entre 20% a 25%

Já a previsão para a previdência em 2022 foi mantida em 9% a 13%. Enquanto o resultado operacional da empresa deve ficar entre 15% a 20%, prevê o guidance da empresa.

update 7h50

15 Estados correm risco de perder garantia da União para empréstimos

Em meio à queda de braço entre o governo federal e os governadores em torno da desoneração do ICMS, o possível rebaixamento da nota de crédito pelo Tesouro Nacional dos estados que venham a pedir compensação pela perda de arrecadação no STF poderia fazer com que até 15 governadores perdessem a garantia da União para fazer empréstimos.

update 7h42

Banco Pan (BPAN4): ROE contábil soma 11,9% no 2T22 contra 14,7% no 2T21

A despesa de PPD líquida somou 5,2% no trimestre, valor superior aos 3,6% do 2T21.

Já o patrimônio líquido do banco somou R$ 7,7 bilhões, alta de 39% frente ao mesmo período do ano anterior.

update 7h37

Banco Pan (BPAN4): lucro líquido soma R$ 194 milhões, queda de 4%

Apesar de uma maior provisão de crédito nos últimos trimestres, o Banco afirma que manteve seu lucro líquido principalmente devido a manutenção da margem financeira robusta, controle das despesas totais e alocação de crédito consolidada.

update 7h30

Gasolina fica 14,01% mais barata nas bombas em julho, aponta levantamento

O preço médio do litro da gasolina foi de R$ 6,50 nos postos de combustíveis do país em julho. O etanol foi vendido a R$ 5,50 e ficou 8,34% mais barato em comparação ao mesmo período. Os dados foram divulgados pela Ticket Log, que faz levantamento periódico dos preços (IPTL).

update 7h27

3R Petroleum (RRRP3): ANP aprova transferência de contratos de campos onshore

A ANP aprovou a transferência dos contratos de concessão de dois campos terrestres de produção que formam o Polo Fazenda Belém, da Petrobras (PETR3; PETR4) à 3R Fazenda Belém, subsidiária integral da 3R Petroleum (RRRP3).

Com isso, a 3R Fazenda Belém concluiu a aquisição do Polo e assumirá a operação do ativo a partir de 6 de agosto de 2022. O valor total da transação é de US$ 35,2 milhões, sendo US$ 8,8 milhões pagos na assinatura do contrato em agosto de 2020, US$ 4,6 milhões pagos nesta data, já descontado da geração de caixa acumulada desde abril de 2019 (effective date do contrato), e US$ 10,0 milhões a serem pagos doze meses após o fechamento da transação.

update 7h23

Santander (SANB11) aprova R$ 1,7 bilhão em JSCP

O Santander (SANB11) vai pagar o equivalente a R$ 0,21774739699 por ação ordinária, R$ 0,23952213669 por ação preferencial e R$ 0,45726953368 por Unit, em valores brutos. O montante líquido será de R$ 1,445 bilhão, equivalentes a R$ 0,18508528744 por ação ordinária, R$ 0,20359381618 por ação preferencial e R$ 0,38867910362 por Unit.

update 7h20

BB Seguridade (BBSE3): receita líquida chega a R$ 1,407 bilhão, alta de 86,6%

update 7h18

BB Seguridade (BBSE3): lucro líquido cresce 86%, para R$ 1,4 bilhão

O resultado, segundo a empresa, é reflexo do forte crescimento de vendas, redução da sinistralidade e crescimento do resultado financeiro. No acumulado do ano, o lucro líquido cresceu R$ 855,0 milhões (+49,4%), para R$2,6 bilhões, tendo como destaque a Brasilseg (+R$385,9 milhões), com evolução do resultado financeiro e melhora da sinistralidade.

update 7h17

Petrobras (PETR3;PETR4) assina novo aditivo de compra de gás natural

O aditivo foi assinado com a Yacimientos Petrolíferos Fiscales Bolivianos (YPFB) na sexta-feira (6) e se refere ao perfil de compromissos de entregas pela YPFB dos volumes de gás contratados pela Petrobras, em função da disponibilidade atual da YPFB e dos contratos assumidos por ela com outros agentes do mercado de gás, como amplamente divulgado.

O aditivo prevê a manutenção do volume contratado máximo de 20 milhões de m3/dia, com flexibilização de entrega e recebimento de acordo com a sazonalidade e a disponibilidade da oferta, garantindo assim um fornecimento em equilíbrio contratual para as empresas. Além disso, traz maior segurança e previsibilidade de suprimento de gás ao mercado atendido pela Petrobras.

update 7h14

Agenda brasileira tem IPC-S, Boletim Focus e balança comercial

Às 8h saem os dados do Índice IPC-S semanal. Às 8h25 será divulgado o Boletim Focus. Já às 15h saem os dados da balança comercial

update 7h12

Petróleo recua com temores sobre recessão e demanda da commodity

As cotações do petróleo recuam, próximas das mínimas de meses, uma vez que os temores de recessão prejudicaram as perspectivas de demanda e os dados apontaram para uma lenta recuperação nas importações de petróleo da China no mês passado.

A China, o maior importador de petróleo do mundo, importou 8,79 milhões de barris por dia (bpd) de petróleo em julho, acima da mínima de quatro anos em junho, mas ainda 9,5% menor do que há um ano, mostraram dados alfandegários.

  • Petróleo WTI, -0,78%, a US$ 88,32 o barril
  • Petróleo Brent, -0,75%, a US$ 94,21 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 4,31%, a 737,50 iuanes, o equivalente a US$ 109,06
update 7h10

Balanços de hoje: BB Seguridade (BBSE3), Itaú Unibanco (ITUB4), Portobello (PTBL3) e mais

Antes da abertura do mercado duas empresas divulgam seus balanços: BB Seguridade (BBSE3) e Banco Pan (BPAN4). Após o fechamento, saem os dados de Itaú Unibanco (ITUB4), Portobello (PTBL3), Banco Modal (MODL11), Direcional (DIRR3), Mitre (MTRE3), São Martinho (SMTO3), Neogrid (NGRD3) e Technos (TECN3).

update 7h07

Bolsas da Europa abrem semana em alta

Os mercados europeus operam no campo positivo, com os investidores de olho em lucros corporativos e nos principais dados econômicos, avaliando o risco de recessão. Siemens Energy, Porsche e BioNTech reportaram resultados antes do começo do pregão de hoje.

  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,38%
  • DAX (Alemanha), +0,37%
  • CAC 40 (França), +0,64%
  • FTSE MIB (Itália), +0,10%
update 7h04

Mercados futuros dos EUA sobem pela 3ª semana

Os índices futuros dos EUA sobem após a terceira semana consecutiva de alta, com os investidores atentos a divulgação do CPI esta semana. A nova leitura de inflação dará aos investidores mais esclarecimentos sobre o próximo passo do banco central em sua reunião de política em setembro. Os traders agora estão precificando uma probabilidade maior de um aumento de 0,75 ponto percentual no próximo mês, o que seria o terceiro aumento consecutivo dessa magnitude.

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,20%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,25%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,38%
update 7h03

Ásia fecha sem direção definida

Os papéis de tecnologia de Hong Kong puxaram o índice mais amplo para baixo nesta manhã, com os mercados asiáticos fechando sem direção definida. O SoftBank subiu 0,74% antes do anúncio de resultados, onde o Vision Fund da empresa de tecnologia registrou uma perda de 2,93 trilhões de ienes japoneses (US$ 21,68 bilhões) no trimestre de junho.

No fim de semana, a China divulgou dados comerciais de julho que mostraram que as exportações denominadas em dólar cresceram 18% em comparação com um ano atrás, desempenho acima das expectativas dos analistas de um aumento de 15%, informou a Reuters.

  • Shanghai SE (China), +0,31%
  • Nikkei (Japão), +0,26%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -0,77%
  • Kospi (Coreia do Sul), +0,09%
update 7h02

Ata do Copom, IPCA, resultados de bancos e varejistas: o que acompanhar na semana

A ata do último encontro do Copom será divulgada na terça-feira (9), antes da abertura da Bolsa. No mesmo dia será divulgado o IPCA referente ao mês de julho.

update 7h00

Abertura de mercados

Os mercados asiáticos fecharam sem direção definida, enquanto as bolsas da Europa e os índices futuros dos Estados Unidos operam em alta, à medida que o mercado avalia as perspectivas de aumentos mais agressivos nas taxas de juros pelo Fed contra uma temporada de resultados corporativos acima da média.

As bolsas americanas completaram três semanas de alta consecutivas ajudadas por lucros resilientes e dados de empregos surpreendentemente fortes, aliviando temores de recessão. O mercado de trabalho resiliente também sinalizou que a economia poderia suportar mais aumentos de juros do Fed.

No front econômico, uma nova leitura do índice de preços ao consumidor nos EUA, com lançamento previsto para quarta-feira (10), dará aos investidores mais esclarecimentos sobre o próximo passo do Fed na sua próxima reunião. O mercado agora está precificando uma probabilidade maior de um aumento de 0,75 ponto percentual no próximo mês, o que seria o terceiro aumento consecutivo dessa magnitude.

Já a agenda doméstica tem como destaque a “super terça”, com a ata do Copom e o IPCA de julho.

#Petrobras #PETR4 #dispara #às #vésperas #dividendos #Gol #GOLL4 #Azul #AZUL4 #puxam #altas

Leave a Comment

Your email address will not be published.